Como lidar com o conflito de gerações no ambiente de trabalho?

Na era digital, o desafio para muitos empregadores e gerentes de RH é fechar a lacuna geracional e encontrar o equilíbrio certo que permita que as gerações Baby Boomers, Geração X e Millennials trabalhem juntos para o benefício dos negócios.

O ambiente empresarial de hoje pode ser o primeiro a incluir cinco gerações diferentes trabalhando lado a lado em direção a objetivos econômicos e comerciais compartilhados.

Para empresários e executivos, gerenciar várias gerações no local de trabalho pode não ser tão fácil quanto parece.

Cada geração definida possui diferentes expectativas, estilos de comunicação e perspectivas.

Lidar com conflitos entre gerações muitas vezes é uma tarefa desafiadora.

Não é incomum ver um “choque de culturas”, pois há diferenças claras entre como as gerações abordam seu trabalho, se comunicam e percebem suas carreiras e funções.

É aqui que o trabalho dos Recursos Humanos se torna fundamental, entendendo como satisfazer as necessidades e expectativas de cada geração.

Neste artigo, vamos descrever as características das diferentes gerações e como os empregadores podem lidar com os conflitos, garantindo que trabalhem juntos de forma harmoniosa.

» Sistema Online de Recrutamento e Seleção
Recrute de forma Assertiva com Análises Comportamentais e Diminua o Turnover com a Gestão de Talentos!

Com o RHbot você encontra o talento ideal para cada vaga, criando um processo seletivo mais ágil e assertivo. Automatizando processos você elimina erros e economiza dinheiro!

Cadastre-se no link abaixo, experimente nosso sistema online de forma gratuita e transforme os resultados do seu RH.

Como nossas gerações são tipicamente identificadas?

Os Baby Boomers, entre 50 e 60 anos, são funcionários trabalhadores e preocupados com a comunidade, muitas vezes definindo-se por seu papel na carreira.

De acordo com uma pesquisa das Nações Unidas sobre desenvolvimento de pessoal e as diferentes gerações trabalhando juntas, os Baby Boomers vivem para trabalhar, ganhando muito de sua autoestima com o trabalho.

Enquanto eles tentam alcançar algum equilíbrio entre vida profissional e pessoal, eles priorizam sua carreira e consideram um dia de trabalho típico das 8h às 17h.

Eles esperam que os funcionários mais jovens ganhem respeito e paguem suas dívidas, como eles fizeram, e essa é uma área comum de conflito.

Geração X, entre 30 e 50 anos, são educados, flexíveis e muito independentes. Impulsionados pelo sucesso, eles valorizam poder trabalhar sem supervisão para mostrar suas capacidades e valor.

Conforme definido pela Forbes, sua frustração com os colegas Millennials “esquisitos”, às vezes parecendo mais interessados ​​no equilíbrio entre vida profissional e pessoal do que o próprio trabalho, é uma das principais fontes de conflito.

Os millennials, entre 20 e 30 anos, também conhecidos como Geração Y, são confiantes, criativos e independentes.

Socialmente conectados e tribais, a tecnologia – e particularmente a mídia social – é fundamental para a maneira como eles conduzem suas vidas.

Preferem aprender através da experiência ao invés de serem instruídos sobre o que fazer e não esperam permanecer na mesma carreira durante toda a sua vida profissional.

A Geração Z é a mais nova coorte de trabalhadores. Já há sinais de que eles estão preocupados com a comunidade – global e localmente – e dispostos a fazer a diferença.

Como o RH pode lidar com o conflito entre gerações

Para manter uma força de trabalho produtiva e inclusiva, RH e gestores precisam desenvolver práticas que acomodem essas diferenças. Algumas delas podem incluir:

Mentoria

Uma ótima maneira de fechar a lacuna geracional é fornecer aos Baby Boomers oportunidades para orientar seus colegas mais jovens.

Isso não apenas faz com que eles se sintam valorizados, mas também permite que transmitam habilidades e experiências.

Também pode construir confiança mútua, compreensão e respeito dentro da demografia mais jovem.

O aprendizado pode acontecer nos dois sentidos, especialmente quando se trata da revolução digital.

Os millennials podem ser usados ​​para orientar as gerações mais velhas em novos pensamentos e estratégias digitais.

À medida que a aposentadoria se aproxima, os gerentes precisam estar preparados para contratar novos líderes e alinhar os negócios com a próxima geração.

Nesse sentido, tê-los trabalhando em estreita colaboração com os funcionários das Gerações X e Y, que prosperam em oportunidades para aprimorar suas carreiras, é uma estratégia inteligente.

Certifique-se de que as gerações mais jovens saibam que desenvolver boas habilidades de orientação e construir equipes colaborativas é importante para o avanço futuro.

Colaboração

Crie um local de trabalho unido nivelando o campo de atuação e removendo qualquer senso de auto hierarquia entre os funcionários.

Misture e combine gerações em equipes diferentes sempre que possível e incentive-as a compartilhar suas habilidades e pontos fortes.

Para ajudar na formação da equipe, estimule a realização de simpósios e brainstorms, o que permitirá aos Baby Boomers se afastarem da tecnologia desconhecida e “voltar as suas raízes”.

Da mesma forma, a geração X e a geração do milênio apreciarão a oportunidade de contribuir e ter suas ideias ouvidas para que façam parte do cenário maior.

A colaboração e o debate saudável, ajudará os funcionários a entender o que cada um tem para oferecer e a construir relações de trabalho mais fortes.

Respeite o que é importante para cada geração

Cada geração tem prioridades diferentes e, para reduzir conflitos, é importante que todos os funcionários respeitem o que é importante para seus colegas.

Sabemos que os Millennials querem entender como seu trabalho contribui para o projeto ou equipe, então, como líder, comunique isso de forma clara para que você possa mantê-los engajados.

A confiança deles pode mascarar a relutância em pedir conselhos, portanto, certifique-se de criar um ambiente de trabalho onde seja seguro para eles fazê-lo.

Como os Millennials prosperam com feedback, não espere até a avaliação anual de desempenho para fornecê-lo. Agende encontros regulares, individuais, para que eles obtenham o contato de que precisam.

Considere como cada geração gosta de trabalhar

Seus funcionários Baby Boomers querem trabalhar no tradicional dia de trabalho das 9h às 17h? Seus funcionários da geração X e Y desejam mais flexibilidade em seu dia para alcançar o equilíbrio entre vida profissional e pessoal?

Quaisquer que sejam suas necessidades, leve isso em consideração e faça o possível para oferecer arranjos adequados e respeitados por todos os funcionários.

Comunique suas expectativas para que cada geração entenda o que é e o que não é aceitável quando se trata de horas de trabalho e produtividade.

As empresas que incentivam e recompensam a realização e promovem a resiliência, o respeito mútuo, a abertura, a colaboração e a inovação por meio do compartilhamento de ideias, independentemente da antiguidade, obtêm os melhores benefícios da diversidade geracional

Crie espaço para diferentes estilos de comunicação

Pense em como as pessoas das diferentes épocas passaram a experimentar o trabalho, a independência e a tecnologia pela primeira vez.

A geração Y antecedeu a internet, enquanto a geração Z aprendeu a usar telas sensíveis ao toque quando crianças.

Dê a todos um meio justo para receber e compartilhar informações e certifique-se de que você não está preso a apenas uma forma de comunicação.

A tecnologia, para não mencionar uma pandemia global, criou um boom nas comunicações virtuais. Mas com isso vem a possibilidade de sua equipe operar em silos.

Tente usar uma mistura de estilos de comunicação para que todos se sintam confortáveis. Confiar demais no Slack, por exemplo, desvaloriza o poder da conversa pessoal.

Use a tecnologia para facilitar seu trabalho, mas faça isso com equilíbrio. Às vezes, pegar uma xícara de café para ter uma reunião é mais satisfatório.

Implementar treinamento colaborativo

Aprender é melhor juntos. Capacite sua equipe a compartilhar seus conhecimentos para que eles ganhem um maior senso de pertencimento.

Você também pode criar o espírito de aprendizado em equipe com seu processo de integração. Reúna seus novos funcionários todos os meses e faça com que eles passem pela mesma experiência de integração juntos.

Dessa forma, eles podem construir respeito e compreensão desde o primeiro dia, não importando a idade.

Incentive a flexibilidade

As prioridades para as pessoas são diferentes em cada fase da vida. Os novos contratados da Geração Z podem ser recém-saídos da escola e ansiosos para provar a si mesmos.

Um Millennial pode ter se mudado para uma nova cidade sozinho em busca de oportunidades sociais no trabalho.

Trabalhadores da Geração X podem ter obrigações com familiares.

Seus funcionários não terão todos o mesmo relacionamento com o trabalho. Você pode ajudá-los a serem mais produtivos oferecendo maior flexibilidade.

Dessa forma eles podem alcançar um melhor equilíbrio entre vida profissional e pessoal.

Para funcionários de escritório, o trabalho remoto provavelmente veio para ficar após a pandemia.

Considere seguir a tendência e permita que seus funcionários trabalhem em casa para equilibrar suas obrigações.

Evite estereótipos entre as gerações

A internet pode fazer você acreditar que a Geração Z e os Millennials estão em guerra. Ambos parecem ter algumas observações superficiais sobre o outro em relação a escolhas de moda, hobbies e ética.

Os estereótipos se desenvolveram em todas as gerações. Os Baby Boomers são ruins em tecnologia, a Geração X é submissa, os Millennials são muito lentos e a Geração Z reclama.

Na realidade, os indivíduos muitas vezes surpreendem as expectativas para sua idade. Para cada geração, há valor em como as pessoas assumem novos desafios, ganham experiência e desejam tornar o mundo um lugar melhor.

Não coloque seus funcionários em uma caixa. Assim como você nunca deve fazer suposições com base no gênero de alguém, lembre-se de que todos os seus funcionários são igualmente capazes de ter sucesso.

Otimize seu local de trabalho para que todos possam se sentir apoiados.

Se sua equipe se sentir pressionada a trabalhar longas horas, crie uma política de férias aberta. Se eles estão ansiando por realização, construa treinamento e oportunidades de voluntariado.

Dê a eles metas acionáveis ​​se eles precisarem de mais estrutura. Os melhores líderes conseguem extrair o melhor de seus funcionários.

Promova o pertencimento

Crie uma cultura de respeito mútuo aberto. Seus funcionários devem se orgulhar de trabalhar com pessoas que nem sempre se parecem com eles.

Além de suas operações formais de trabalho, há oportunidades para seus funcionários se conectarem autenticamente? Seja inclusivo com a forma como você comemora suas vitórias também.

Todos os funcionários devem respeitar o que é importante para seus colegas. Você só entenderá quais são esses valores criando o espaço adequado para compartilhá-los.

Mantenha a cultura da sua equipe no mais alto padrão e lembre-se de que as pessoas de todas as gerações querem essencialmente ser valorizadas e vistas.

Coloque o respeito em primeiro lugar

As pessoas de cada faixa etária estarão mais abertas a ouvir as opiniões daqueles que são diferentes de si mesmas se sentirem que seus próprios conhecimentos e contribuições são respeitados.

Os baby boomers têm uma ética de trabalho intensa, são motivados pelo desafio e apreciam ser respeitados por sua maturidade.

A geração quer ser respeitada por sua autoconfiança e habilidades independentes. A geração do milênio busca o respeito por sua capacidade de realizar várias tarefas, colaborar e ser flexível.

Criar uma cultura onde os valores de cada geração são respeitados entre si, gera harmonia e melhores relacionamentos.

Mantenha uma atitude de apoio

Valorize seus funcionários e o trabalho que eles fazem.

Uma atitude de apoio pode ajudar muito no local de trabalho e ter efeitos diretos nas iniciativas de engajamento dos funcionários.

Considere um cenário em que um funcionário se sinta desvalorizado devido à diferença de gerações no local de trabalho.

Talvez seja um colaborador mais velho que demore um pouco mais para fazer a mesma tarefa que um funcionário da geração do milênio, devido às habilidades tecnológicas dessa geração.

Ele constantemente testemunha o funcionário da geração do milênio sendo parabenizado por seus resultados rápidos.

Enquanto isso, o colaborador mais velho ainda conclui seu trabalho corretamente e no prazo, mas sem “parabéns” para ele.

É aqui que intervir e apoiar o seu funcionário é uma necessidade.

Apoie a todos e o trabalho que eles fazem, independentemente de sua geração. Se isso for feito, você sem dúvida verá os níveis de engajamento aumentarem rapidamente.

Dê e peça feedback

‍Além de incentivar os funcionários a compartilhar conhecimento e colaborar, é vital compartilhar feedback regularmente.

Incentive os funcionários a dar feedback e oferecer uma contribuição genuína em troca. É essencial que você também monitore como mentores e mentorados estão progredindo.

O feedback honesto pode fornecer informações valiosas sobre a dinâmica do local de trabalho e também esclarecer problemas nos projetos.

Saiba onde cada membro da equipe está com a compreensão de suas responsabilidades e, em seguida, apoie-os de acordo.

Independentemente da idade ou experiência, reconheça se alguém precisa de ajuda.

Se for o caso, dê-lhes o apoio de que precisam. Por outro lado, se alguém está indo muito bem, mostre que você confia em suas habilidades, evitando o microgerenciamento.

» Sistema Online de Recrutamento e Seleção
Recrute de forma Assertiva com Análises Comportamentais e Diminua o Turnover com a Gestão de Talentos!

Com o RHbot você encontra o talento ideal para cada vaga, criando um processo seletivo mais ágil e assertivo. Automatizando processos você elimina erros e economiza dinheiro!

Cadastre-se no link abaixo, experimente nosso sistema online de forma gratuita e transforme os resultados do seu RH.

Então como gerencias diversas gerações na empresa?

Para gerenciar com sucesso as diferenças geracionais no local de trabalho é necessários que RH e lideranças reconheçam que os funcionários são, antes de tudo, indivíduos.

Com certeza existem diferenças, mas se o viés geracional se tornar parte da cultura da empresa, a marca de empregador sofrerá.

Além disso, a organização perderá sua vantagem competitiva porque a geração predominante ditará suas limitações.

Inúmeros estudos mostraram que a diversidade no local de trabalho leva ao sucesso dos negócios. Compreender as diferenças geracionais permite a construção de equipes que se fundem e se apoiam.

Equipes colaborativas desenvolvem uma grande capacidade de resolver problemas e apresentar soluções inovadoras em conjunto.

Planilha Gratuita

Controle o Desempenho dos Colaboradores de Forma Prática, Fácil e Eficiente!

Insira seu MELHOR E-MAIL abaixo e receba a planilha agora mesmo, de forma gratuita.