17 Principais Tipos de Liderança: Descubra o Mais Efetivo

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp
Share on facebook

Tipos de liderança se referem aos comportamentos característicos de uma pessoa ao dirigir, motivar, orientar e administrar grupos de indivíduos. Grandes líderes podem inspirar movimentos políticos e mudanças sociais. Eles também podem motivar outras pessoas a realizar, criar e inovar.

Os tipos de liderança mais apropriados irão depender da função do líder, dos seguidores e da situação.

Alguns líderes não conseguem trabalhar confortavelmente com um alto grau de participação de seguidores na tomada de decisões, enquanto alguns empregadores não têm a capacidade ou o desejo de assumir certas responsabilidades.

Além disso, a situação específica ajuda a determinar o estilo de interação mais eficaz. Às vezes, os líderes precisam enfrentar problemas que exigem soluções imediatas, sem consultar os seguidores.

Um líder é um indivíduo que influencia um grupo de pessoas para a realização de um objetivo, enquanto a liderança é a arte de motivar um grupo de pessoas a agir no sentido de alcançar um objetivo comum.

Líderes eficazes têm um estilo ou uma combinação de vários estilos que os tornam bem-sucedidos em orientar e inspirar os colaboradores. Líderes bem-sucedidos são capazes de estimular a criatividade e a produtividade, ao mesmo tempo em que melhoram os resultados financeiros de uma empresa.

Importância dos Diversos Tipos de Liderança

As empresas estão procurando os melhores talentos disponíveis no mercado para fazer parte de sua força de trabalho. No entanto, as habilidades intelectuais daqueles que compõem uma equipe só podem ser exploradas corretamente se houver uma liderança competente.

Um líder é aquele indivíduo que orienta o caminho entre as pessoas de sua classe, que reconhece suas habilidades e leva seus colegas de equipe a alcançar metas e objetivos específicos.

É esse personagem que, através de um trabalho coordenado, alcança a liderança, que é definida como o conjunto de qualidades de personalidade e capacidade que favorecem a orientação e o controle de outros indivíduos.

Considerando que cada organização possui suas próprias características e, dentro delas, cada indivíduo também é único, é crucial o desenvolvimento de vários tipos de liderança que tenham a capacidade de identificar e aprimorar as diferentes habilidades e personalidades dos membros das equipes.

Portanto, um líder não é aquele que dá ordens, exige obediência, monitora o comportamento de seus colaboradores e é rigoroso quando se refere a regras.

Um verdadeiro líder estabelece um objetivo comum, inspira sua equipe, desafia-os a trabalhar por metas e sempre avança. Sua principal missão é que os outros busquem alcançá-lo e, de preferência, superem-no.

Um líder não tem medo de sua concorrência, porque tem consciência de si mesmo e busca melhorar constantemente.

Líderes bem-sucedidos conseguem desenvolver diversos tipos de liderança para aplicar no momento certo, de acordo com as situações e as pessoas de sua equipe.

Tipos de Liderança

Diferentes tipos de liderança resultarão em impactos diferentes para a organização. À medida que você começa a considerar algumas das pessoas que considera excelentes líderes, pode ver imediatamente que, com frequência, existem grandes diferenças na forma como cada uma se comporta.

Felizmente, os pesquisadores desenvolveram diferentes teorias e estruturas que nos permitem identificar e entender melhor cada um desses estilos. Os modelos mais conhecidos, são:

Liderança Autocrática

O estilo de liderança autocrático é centrado no chefe. Nessa liderança, o líder detém toda autoridade e responsabilidade. Nessa liderança, os líderes tomam decisões por conta própria, sem consultar os subordinados.

Eles tomam decisões, comunicam aos subordinados e esperam uma implementação imediata. Um ambiente de trabalho autocrático normalmente tem pouca ou nenhuma flexibilidade.

Nesse tipo de liderança, diretrizes, procedimentos e políticas são adições naturais. Estatisticamente, existem muito poucas situações que podem realmente apoiar a liderança autocrática.

Os líderes autoritários são frequentemente descritos como controladores e de mente fechada, mas isso negligencia os pontos positivos potenciais de regras estressantes, esperando obediência e assumindo responsabilidade.

Embora a liderança autoritária certamente não seja a melhor escolha para cada situação, ela pode ser eficaz e benéfica nos casos em que os seguidores precisam de muita orientação e onde regras e padrões devem ser seguidos ao pé da letra.

Outro benefício muitas vezes negligenciado do estilo autoritário é a capacidade de manter um senso de ordem.

Liderança Democrática

Neste estilo, os subordinados estão envolvidos na tomada de decisões. Ao contrário do estilo autocrático, essa liderança está centrada nas contribuições dos subordinados.

O líder democrático tem a responsabilidade final, mas ele é conhecido por delegar autoridade a outras pessoas, que determinam projetos de trabalho.

A característica mais original dessa liderança é que a comunicação é ativa para cima e para baixo. No que diz respeito à estatística, a liderança democrática é um dos tipos de liderança mais preferidos, e implica o seguinte: justiça, competência, criatividade, coragem, inteligência e honestidade.

Indústrias médicas e de alta tecnologia se encaixam bem com um estilo de liderança democrática, porque exigem uma grande quantidade de colaboração para funcionar.

Liderança Estratégica

A liderança estratégica é aquela que envolve um líder que é essencialmente o chefe de uma organização. O líder estratégico não se limita àqueles no topo da organização.

Este estilo é voltado para um público mais amplo, em todos os níveis, que deseja criar uma equipe ou uma organização de alto desempenho.

O líder estratégico preenche a lacuna entre a necessidade de novas possibilidades e a necessidade de praticidade ao fornecer um conjunto prescritivo de hábitos.

A liderança estratégica eficaz fornece os bens em termos do que uma organização naturalmente espera de sua liderança em tempos de mudança. 55% dessa liderança normalmente envolve pensamento estratégico.

O esporte é claramente uma área onde podemos observar que a liderança estratégica é crucial. Os líderes estratégicos antecipam necessidades futuras e tomam decisões no presente para atender a essas necessidades.

Liderança Transformacional

Ao contrário de outros tipos de liderança, a liderança transformacional tem tudo a ver com iniciar mudanças em organizações, grupos, a si mesmo e outros.

Líderes transformacionais motivam os outros a fazer mais do que pretendiam originalmente e muitas vezes até mais do que eles achavam possível. Eles estabelecem expectativas mais desafiadoras e normalmente alcançam um desempenho mais alto.

Estatisticamente, a liderança transformacional tende a ter seguidores mais comprometidos e satisfeitos. Isto é principalmente porque os líderes transformacionais dão poder aos seguidores.

Liderança de Equipe

A liderança de equipe envolve a criação de uma imagem nítida do futuro de uma equipe, para onde ela está indo e o que ela representará. A visão inspira e fornece um forte senso de propósito e direção.

A liderança da equipe é trabalhar com os corações e mentes de todos os envolvidos. Ela também reconhece que o trabalho em equipe nem sempre envolve confiança nas relações de cooperação.

O aspecto mais desafiador dessa liderança é se ela será bem-sucedida ou não. De acordo com a Harvard Business Review, a liderança de equipe pode falhar devido à fracas qualidades de liderar e a outros desafios. Por exemplo, uma tripulação de voo seria muito mais eficiente se a equipe permanecesse consistente.

Estudos mostraram que equipes que trabalharam juntas por um longo período de tempo são mais eficazes. Utilizando o exemplo acima, manter uma mesma tripulação é muito dispendioso, então as equipes mudam seus membros o tempo todo.

Situações como essa são apenas um exemplo dos desafios enfrentados pelas equipes.

Liderança Transcultural

Essa forma de liderança normalmente existe onde existem várias culturas na sociedade. Essa liderança também se industrializou como uma forma de reconhecer os principais candidatos que atuam no mercado globalizado contemporâneo.

Organizações, particularmente internacionais, exigem líderes que possam efetivamente ajustar sua liderança para trabalhar em diferentes ambientes. A maioria dos ambientes de liderança nos Estados Unidos é intercultural por causa das diferentes culturas que vivem e trabalham lá.

 

Liderança Facilitadora

Liderança facilitadora é dependente de medições e resultados. A eficácia de um grupo está diretamente relacionada à eficácia de seu processo. Se o grupo tiver um alto funcionamento, o líder facilitador utilizará um processo mais leve.

Por outro lado, se o grupo estiver em baixo funcionamento, o líder facilitador será mais diretivo para ajudar o grupo a executar seu processo. Uma liderança facilitadora eficaz envolve o monitoramento da dinâmica do grupo, além de oferecer sugestões de processos e intervenções para ajudar a equipe a permanecer no caminho certo.

Liderança Laissez-faire

Laissez-faire é um dos tipos de liderança que dá autoridade aos colaboradores. Departamentos ou subordinados podem trabalhar da maneira que escolherem, com pouca ou nenhuma interferência.

Segundo pesquisas, esse tipo de liderança tem sido consistentemente considerado o estilo de gerenciamento menos satisfatório e menos eficaz.

Mas, até certo ponto, delegar é necessário. Projetos históricos famosos liderados por indivíduos deste estilo, incluem a construção do Canal do Panamá e a Represa Hoover. Em ambos os projetos, os presidentes envolvidos tiveram que delegar muitas responsabilidades para obter sucesso.

Liderança Transacional

Este é um dos tipos de liderança que mantém ou continua o status quo. É também a liderança que envolve um processo de troca, pelo qual os seguidores obtêm recompensas imediatas e tangíveis pela execução das ordens do líder. Liderança transacional pode parecer bastante básica, com seu foco em troca.

Ser claro, focar nas expectativas, dar feedback são habilidades de liderança importantes. Os comportamentos de liderança transacionais podem incluir: esclarecer o que se espera do desempenho dos seguidores, explicar como atender a essas expectativas e alocar recompensas que são contingentes ao cumprimento dos objetivos.

Liderança Coaching

Essa liderança envolve ensinar e supervisionar seguidores. Um líder de coaching é altamente operacional em ambientes onde os resultados / desempenho exigem melhorias.

Basicamente, neste tipo de liderança, os seguidores são ajudados a melhorar suas habilidades. A liderança em coaching faz o seguinte: motiva seguidores, inspira seguidores e incentiva seguidores.

Liderança Carismática

Nesse tipo de liderança, o líder carismático manifesta seu poder revolucionário. Carisma não significa pura mudança comportamental. Na verdade, envolve uma transformação dos valores e crenças dos seguidores.

Portanto, líderes carismáticos não são apenas líderes simplesmente populistas que afetam atitudes em relação a objetos específicos. Em vez disso, esses líderes transformam a orientação normativa subjacente que estrutura atitudes específicas.

Líderes carismáticos tendem a ter personalidades poderosas e atraem imensos seguidores. Exemplos de tais líderes são Barak Obama e Oprah Winfrey.

Liderança Visionária

Essa forma de liderança envolve líderes que reconhecem que os métodos, etapas e processos da liderança são obtidos com e através das pessoas.

A maioria dos grandes e bem-sucedidos líderes tem algum tipo de visão para onde estão indo. No entanto, existem aqueles que são altamente visionários em sua liderança.

Exemplos de líderes que tiveram visões poderosas e inspiradoras incluem Nelson Mandela e Dr. Martin Luther King Jr. Líderes destacados sempre transformarão suas visões em realidades.

Liderança Servidora

Este termo, cunhado por Robert Greenleaf na década de 1970, descreve um líder que muitas vezes não é formalmente reconhecido como tal. Quando alguém, em qualquer nível dentro de uma organização, lidera simplesmente em virtude de atender às necessidades de sua equipe, ele é descrito como um líder servo.

De muitas maneiras, a liderança servidora é uma forma de liderança democrática, já que toda a equipe tende a se envolver na tomada de decisões.

Os defensores do modelo de liderança servil sugerem que este é um importante caminho à frente em um mundo onde os valores são cada vez mais importantes e em que líderes servos alcançam o poder com base em seus valores e ideais.

Outros acreditam que, em situações de liderança competitiva, as pessoas que exercem a liderança servidora podem ser deixadas para trás pelos líderes que usam outros estilos de liderança.

Os seguidores podem gostar da ideia de liderança servidora, então há algo imediatamente atraente na ideia de ter um chefe que é um líder-servo. Pessoas sem responsabilidade pelos resultados podem gostar da sua abordagem obviamente democrática e consensual.

Liderança Burocrática

Este é um dos tipos de liderança em que são enfatiza procedimentos e métodos históricos, independentemente de sua utilidade em ambientes em mudança.

Líderes burocráticos tentam resolver problemas adicionando camadas de controle, e seu poder vem do controle do fluxo de informações. Os líderes burocráticos trabalham pelas regras, garantindo que seus colaboradores sigam exatamente os procedimentos.

Este é um estilo muito apropriado para o trabalho envolvendo sérios riscos de segurança, tais como trabalhar com máquinas, com substâncias tóxicas, em alturas ou onde grandes somas de dinheiro estão envolvidas.

Em outras situações, a inflexibilidade e os altos níveis de controle exercidos podem desmoralizar a equipe e diminuir a capacidade da organização de reagir a mudanças nas circunstâncias externas.

Liderança Alquimista

Rooke e Tolbert descrevem essa lógica de ação carismática como a mais evoluída e eficaz no gerenciamento da mudança organizacional.

O que distingue os líderes alquimistas de outros modelos de ação é sua capacidade única de enxergar o quadro geral em tudo, mas também entender completamente a necessidade de levar os detalhes a sério. Sob um líder alquimista, nenhum departamento ou colaborador é esquecido.

Liderança Oportunista

Os oportunistas são guiados por um certo nível de desconfiança dos outros, contando com uma fachada de controle para manter seus colaboradores na linha.

Os oportunistas tendem a considerar seu mau comportamento como legítimo, aplicando a filosofia do olho-por-olho.

Liderança Diplomática

Ao contrário do oportunista, o diplomata não se preocupa com a concorrência ou o controle das situações. Em vez disso, esse modelo de ação procura causar um impacto mínimo na organização, conformando-se às normas existentes e completando suas tarefas diárias com o mínimo de atrito possível.

Não vá embora! Temos muito mais artigos como este.

O que podemos fazer
para melhorar sua gestão?

Clique no botão abaixo que teremos o prazer em ajudá-lo.

Contato

    RJ: (21) 3005.4074

    DF: (61) 2626.2705

    BA: (71) 2626.1205

    MG: (31) 2626.9127

    PR: (41) 2626.1267

    RS: (51) 2626.3109

Qual Solução você gostaria?