8 Tendências de RH para 2021: Fique de olho e transforme sua equipe

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp
Share on facebook
O ano de 2020 foi marcado pela Covid-19. A pandemia acabou acelerando mudanças que já estavam em andamento no ambiente de trabalho. Algumas perguntas continuam mesmo após a virada do ano: Quais serão as tendências de RH para 2021? As alterações ocorridas neste ano serão mantidas? De que forma o comportamento dos colaboradores foi alterado pela pandemia? Como as organizações reagirão a esse novo cenário, ainda repleto de incertezas?

Para respondê-las, é essencial analisar tudo que aconteceu neste ano atípico: os colaboradores foram colocados à prova de seus desejos, de suas forças de vontade e, acima de tudo, de suas resiliências para enfrentar as adaptações. A grande probabilidade é que muito ainda se transforme e se descubra para que o RH consiga melhorar ainda mais a experiência dos profissionais e as demandas dentro das empresas.

Agora chegou o momento das equipes de recursos humanos se prepararem para os desafios de 2021. Certamente, saber quais tendências serão populares, será fundamental para conquistar as metas e objetivos que estão por vir. Por isso, reunimos as principais tendências de RH para 2021, confira a seguir!

» Sistema Online de Recrutamento e Seleção
Recrute de forma Assertiva com Análises Comportamentais e Diminua o Turnover com a Gestão de Talentos!

Com o RHbot você encontra o talento ideal para cada vaga, criando um processo seletivo mais ágil e assertivo. Automatizando processos você elimina erros e economiza dinheiro!

Cadastre-se no link abaixo, experimente nosso sistema online de forma gratuita e transforme os resultados do seu RH.

Tendências de RH para 2021

Ao olharmos para 2020, não podemos deixar de pegar tudo o que aprendemos neste ano e aplicar essas lições à nossa análise das maiores tendências de RH para 2021:

1 – Home office

Uma das mudanças mais visíveis em 2020 foi a mudança, do dia para a noite, do trabalho no escritório para o home office de boa parte da força de trabalho mundial.

Embora trabalhar em casa já fosse uma tendência, não havia muitas organizações com uma política de trabalho voltada para o trabalho remoto. Mesmo aquelas que já adotavam o modelo, precisaram estender o benefício à maioria dos colaboradores no período integral. A prática de mercado no Brasil, até então, era testar o trabalho remoto em algumas áreas e em alguns dias da semana.

Empresas como Twitter, por exemplo, anunciaram recentemente que trabalhar em casa veio para ficar, mesmo após o novo Coronavírus. Seguindo linhas semelhantes, a Microsoft revelou planos para adotar um “local de trabalho híbrido”, que oferece aos funcionários maior flexibilidade quando a pandemia acabar.

2 – Repensar as práticas do setor

Uma consequência lógica do aumento de trabalhadores remotos é a pressão para que o RH repense muitas de suas práticas. Já observamos essa correria em 2020 e ela tende a se intensificar em 2021.

A área de gestão de pessoas precisará reinventar as práticas atuais para lidar efetivamente com situações em um mundo digital. A confiança nos colaboradores será a guia para essas alterações, deixando o modelo comando-controle definitivamente no passado.

3 – Employee Experience

Com o distanciamento social, os chats virtuais tomaram conta das empresas. Durante a pandemia, muitos colaboradores foram contratados e trabalharam, de casa, sem sequer conhecer seu gestor direto pessoalmente.

Diante dessa realidade, o RH terá de redesenhar a jornada do funcionário e medir a experiência virtual do colaborador. Elementos como equilíbrio entre vida profissional e pessoal, bem-estar, conexão e colaboração serão cruciais tanto para a satisfação do funcionário quanto para a otimização dos resultados.

4 – Lifelong learning

Com a pandemia, ficou claro que muitos colaboradores ainda não estavam inseridos no mundo digital. De casa, muitos profissionais se viram em apuros para entrar em chats virtuais, acessarem remotamente os servidores da companhia e terem de lidar com os perrengues de TI. Mas, por outro lado, esses momentos de dificuldades, agilizaram a tendência do lifelong learning, ou aprendizado para a vida inteira.

Os colaboradores precisaram buscar o conhecimento por vias não usuais, como tutoriais na internet ou cursos a distância. E a tendência é que o RH incentive e até premie essa prática em 2021, afinal a busca por profissionais com habilidades voltadas para o futuro é escassa.

5 – RH como protagonista

2020 foi marcado por grandes mudanças na forma como as empresas lidavam com seus colaboradores. Essa revolução na relação de trabalho conduziu o RH ao papel de protagonista.

Durante a crise, a área de gestão de pessoas teve de lidar com funcionários preocupados com sua saúde e a de seus entes queridos, tensos com a segurança de seus empregos e preocupados em fazer malabarismos entre trabalho e vida pessoal. Isso sem falar no uso de novas tecnologias digitais para conduzir processos como R&S, admissão, demissão e integração.

6 – Flexibilização de local e horário de trabalho

Com o trabalho sendo conduzido remotamente, para muitos não faz mais sentido a rigidez de sistemas que cobram expediente de trabalho e local fixo de home office. Cada vez mais, recrutadores lidarão com candidatos que veem a flexibilização de trabalhar quando e onde quiserem como um benefício da organização.

Acredita-se que a liberdade dada aos funcionários para assumirem suas funções, sem tantas amarras com a organização, será essencial para a satisfação no trabalho e a produtividade em 2021.

7 – Organizações orientadas por propósitos

Segundo uma pesquisa da consultoria PwC, 79% dos líderes empresariais acreditam que o propósito será a chave para o sucesso e para o engajamento de colaboradores. A organização orientada para o propósito pode, portanto, ser o remédio para muitos dos desafios de motivação que os trabalhadores remotos enfrentarão cada vez mais.

Esse tipo de empresa traz seu propósito ao cerne de sua organização. Isso significa que decisões, conversas e comportamento em todos os níveis precisam ser integrados a esse propósito.

8 – People Analytics

O People Analytics veio, de vez, para mudar isso e levar a inovação para dentro de todos os processos, sejam eles de Recrutamento e Seleção ou Desenvolvimento de profissionais. Em tempos de pandemia, ter como base informações corretas e sem subjetividades sobre os colaboradores é uma carta na manga essencial que os RHs possuem para enfrentar os desafios que ainda estão por vir e não só mais uma tendência.

No último relatório do LinkedIn Global Talent Trends, o People Analytics foi apontado como a segunda das quatro principais tendências que moldam a forma como as empresas atraem e retêm talentos.

» Processos Seletivos + Rápidos e Eficientes
Recrute de forma Assertiva com Análises Comportamentais e Diminua o Turnover com a Gestão de Talentos!

Com o RHbot você encontra o talento ideal para cada vaga, criando um processo seletivo mais ágil e assertivo. Automatizando processos você elimina erros e economiza dinheiro!

Cadastre-se no link abaixo, experimente nosso sistema online de forma gratuita e transforme os resultados do seu RH.

Agora é com você!

Como mostram as tendências de RH para 2021, este ano nos reserva muitas novidades. Com certeza, esses fatores levam os profissionais de RH a buscar novas maneiras de manter a produtividade e a eficiência em suas funções.

Por isso, esteja bem preparado, é melhor garantir os talentos certos para reforçar seu time de colaboradores. A Menvie possui soluções que irão ajudar você nessa tarefa. Converse com nossos consultores e saiba mais.

Não vá embora! Veja nossos Artigos mais Recentes:

O que podemos fazer
para melhorar sua gestão?

Clique no botão abaixo que teremos o prazer em ajudá-lo.

Contato

    RJ: (21) 3005.4074

    DF: (61) 2626.2705

    BA: (71) 2626.1205

    MG: (31) 2626.9127

    PR: (41) 2626.1267

    RS: (51) 2626.3109