O que é Turnover? Como evitá-lo na sua empresa?

Turnover é a taxa de rotatividade de colaboradores de uma empresa, ou seja, o número de contratações e desligamentos em um determinado período. Quando a taxa de turnover é alta se torna um fator preocupante para a organização, pois significa que está ocorrendo algum problema dentro do ambiente de trabalho.

Pode haver vários motivos que levam ao aumento do turnover como desvalorização dos profissionais, baixos salários em relação à concorrência e má qualidade no clima organizacional.

Para evitar esse problema na sua empresa é preciso realizar algumas ações que motivem os funcionários e tornem o trabalho melhor. Aqui você vai entender o que é de fato o turnover, os fatores que causam seu aumento, conhecer os impactos que ele provoca e como evitá-lo na sua empresa.

» Sistema Online de Recrutamento e Seleção
Recrute de forma Assertiva com Análises Comportamentais e Diminua o Turnover com a Gestão de Talentos!

Com o RHbot você encontra o talento ideal para cada vaga, criando um processo seletivo mais ágil e assertivo. Automatizando processos você elimina erros e economiza dinheiro!

Cadastre-se no link abaixo, experimente nosso sistema online de forma gratuita e transforme os resultados do seu RH.

O que é turnover?

Turnover é um termo em inglês que significa “renovação”, isto é, representa a substituição de funcionários em uma empresa, quando há a saída e entrada de colaboradores.

O número de entradas e saídas pode causar um prejuízo para a companhia, uma vez que todo funcionário quando contratado precisa de um período para crescer antes de alcançar uma boa performance. Por isso quando o colaborador deixa o cargo antes disso acaba resultando na perda do investimento.

No entanto o turnover também pode significar algo positivo para a empresa como no caso da substituição de colaboradores iniciantes por profissionais mais experientes, que pode acontecer em companhias que estão se expandindo.

Quais os tipos de turnover?

Os funcionários podem deixar as organizações por motivos diferentes, pode ser por insatisfação, pelo fato de que vão se aposentar ou mesmo encontram outra oferta de emprego. Cada tipo de rotatividade apresenta uma consequência diferente para a organização.

Vamos conhecer quais são os tipos de turnover e entender como funciona.

Turnover funcional

Esse tipo de turnover acontece quando um colaborador que tem um desempenho baixo se desliga da empresa. Esse desligamento pode ser bom, pois além de a organização ter a chance de substituí-lo por um profissional que tenha uma performance melhor e que proporciona mais resultados ainda não tem prejuízo com os custos de rescisão, uma vez que foi o próprio funcionário que pediu a demissão.

No entanto o turnover funcional traz alguns custos como o processo seletivo e treinamentos. Além disso, a reputação da empresa também pode ser afetada, pois quando um colaborador sai da empresa por conta própria pode estar insatisfeito e assim pode falar mal da empresa para amigos, colegas e até em redes sociais.

Turnover disfuncional

Esse tipo de turnover acontece quando ocorre o desligamento de um colaborador de ótima performance. É uma perda maior para a empresa, uma vez que se trata de um profissional competente e que fará falta à organização.

O turnover disfuncional pode indicar que a empresa foi incapaz de manter esse talento e que pode haver más condições de trabalho. Assim a organização acaba tendo prejuízo, uma vez que perde a produtividade, ideias e conhecimentos que o colaborador apresentava.

Turnover voluntário

Esse tipo de turnover ocorre quando um colaborador se demite da empresa por vontade própria. Geralmente isso ocorre no caso de profissionais executivos, e pode ser por diferentes motivos:

  • conflitos entre funcionários;
  • o colaborador recebeu ofertas de emprego mais interessantes;
  • a empresa não apresenta chance de haver desenvolvimento do profissional;
  • insatisfação com o salário ou com políticas internas.

 

Por meio desse tipo de turnover a empresa acaba perdendo conhecimento interno, há geração de gastos com processos seletivos e prejuízo à imagem da empresa. Porém a organização também pode utilizar essa experiência para reconhecer seus problemas e corrigir onde está errando para poder reter mais talentos.

Turnover involuntário

Esse tipo de turnover acontece quando a empresa desliga um funcionário. Ele gera mais gastos para ela, pois a organização é obrigada a pagar todos os encargos trabalhistas.

O turnover involuntário pode ocorrer devido justa causa, péssima performance do profissional, dificuldades financeiras, conflitos internos ou erros no processo de contratação de funcionários.

Além de ter que pagar os direitos dos funcionários demitidos, a empresa ainda tem gastos com novos processos seletivos e treinamento dos novos colaboradores. Ela também tem outros prejuízos como baixa produtividade, pois os funcionários recém contratados levam um tempo para se acostumarem com a rotina.

Esse tipo de turnover também pode afetar os outros funcionários que ficam temerosos pensando que podem ser demitidos também.

Quais os fatores que causam o turnover em uma empresa?

A rotatividade pode acontecer por diferentes motivos, vamos conhecê-los.

Favoritismo

Quando alguns colaboradores são tratados de forma diferente dos outros, havendo favoritismo por parte dos gestores ou pela própria empresa os demais ficam insatisfeitos e isso acaba gerando conflitos.

Por isso é indicado que a empresa tenha uma gestão democrática em que os funcionários são tratados de forma igual, afinal todos tem importância dentro da organização e tem o objetivo de ajudar no crescimento da mesma.

Problemas com o clima organizacional

Quando os funcionários não se identificam com a cultura organizacional da empresa eles perdem a motivação e assim podem optar pelo desligamento.

Por isso é importante possuir uma cultura organizacional bem definida e que motive os colaboradores, isso ajudará a melhorar o clima organizacional e assim diminuir o turnover.

Falta de estímulo ao crescimento profissional

Outro motivo é a falta de estímulo para o funcionário crescer dentro da empresa, isso acontece quando a organização não investe em treinamento e capacitações e não aplicam um plano de cargos e salários.

Por isso nesse caso é interessante rever seus conceitos e incentivar mais seus colaboradores, pois isso pode gerar profissionais mais capacitados e que trarão mais resultados para a empresa.

Conflitos entre gestores e equipe

Quando existem conflitos entre gestores e funcionários, em que os líderes não oferecem um bom tratamento, não sabem dar um feedback de qualidade nem motivam suas equipes pode gerar insatisfação e até mesmo ser motivo de turnover voluntário.

Por isso é importante que o setor de RH identifique possíveis conflitos, dessa forma poderá encontrar a melhor forma para solucioná-los.

Falta de reconhecimento

Outro motivo que pode levar ao turnover é a falta de reconhecimento dos funcionários por parte da empresa. Pois é importante que a empresa dê feedbacks aos colaboradores, os elogiem quando merecem e motive-os a sempre estar melhorando, assim eles se sentem mais engajados.

A organização pode demonstrar seu reconhecimento a seus funcionários por meio de promoções, estabelecimento de planos de carreira, avaliações de desempenho e gratificações.

Excesso de trabalho

Para diminuir gastos e aumentar lucros as empresas acabam priorizando a produtividade e se esquecem do bem-estar do funcionário, que pode ficar sobrecarregado com o aumento de tarefas e demandas.

Isso acaba desgastando o profissional tanto fisicamente quanto emocionalmente, podendo provocar problemas de saúde. Devido a isso podem ocorrer desligamentos e assim aumento na taxa de turnover.

Quais os impactos que o turnover causa na empresa?

O aumento do turnover geralmente causa mais prejuízos do que benefícios à organização.

Vamos conhecer seus impactos para que você veja por que é importante evitá-lo:

  • perda da qualidade do clima organizacional: trabalhar em uma empresa em que costumam ocorrer muitas demissões pode gerar insegurança nos funcionários restantes e até mesmo competição, assim o clima organizacional se torna ruim e pode haver queda na produtividade;
  • diminuição da inteligência da empresa: quando ocorrem desligamentos por parte de funcionários experientes e que apresentem um bom desempenho acaba diminuindo a inteligência da empresa, o que a deixa em desvantagem em relação à concorrência;
  • prejuízos para o negócio: todo desligamento acaba gerando custos para a empresa, como rescisão, novos processos seletivos e treinamentos, além da perda da produtividade, sobrecarregamento de trabalho para os funcionários restantes, menos motivação e prejuízo à imagem da organização;
  • abalos nas vendas: quando funcionários de vendas são desligados da empresa pode haver quedas nas vendas, uma vez que muitos clientes tem empatia pelos funcionários e estabelecem uma relação de confiança com eles, o que pode fazer com que os clientes deixem de fazer negócios com a empresa, acompanhando esses colaboradores;
  • perda de competitividade: quando há um grande aumento no turnover acaba resultando em queda na produtividade, colaboradores desmotivados e perda de inovações, o que acaba prejudicando a imagem da empresa e assim ela perde sua competitividade no mercado;
  • problemas na gestão de pessoas: se ocorrem desligamentos com frequência os gestores passam a se preocupar em tentar equilibrar o trabalho da equipe até que haja uma nova contratação e assim não se dedicam inteiramente à execução de estratégias que tragam resultados à empresa.

 

Como evitar o turnover?

Para impedir o aumento do turnover na sua empresa é necessário que sua equipe de RH em conjunto com os gestores elaborem estratégias que ajudem a melhorar as experiências dos funcionários, para que assim a equipe se mantenha motivada.

Também é preciso que seja feita a revisão dos processos seletivos para identificar se há erros e se é necessário modificá-los. É importante estabelecer um plano de carreira e uma política de cargos e salários para engajar os colaboradores.

Para evitar que os conflitos gerem desligamentos é preciso também criar programas de resolução de conflitos e humanização. É bom que haja uma boa relação entre gestores e funcionários por meio de um diálogo aberto e feedbacks constantes.

Além disso, você pode realizar entrevistas de desligamento para identificar por que o turnover está ocorrendo e assim analisar o que precisa ser corrigido para evitar perda de pessoal.

» Processos Seletivos + Rápidos e Eficientes
Recrute de forma Assertiva com Análises Comportamentais e Diminua o Turnover com a Gestão de Talentos!

Com o RHbot você encontra o talento ideal para cada vaga, criando um processo seletivo mais ágil e assertivo. Automatizando processos você elimina erros e economiza dinheiro!

Cadastre-se no link abaixo, experimente nosso sistema online de forma gratuita e transforme os resultados do seu RH.

Agora é com você!

Como você viu o turnover representa a relação entre o número dos colaboradores que entram e saem de uma empresa. Existem quatro tipos de turnover: voluntário, involuntário, funcional e disfuncional, cada um deles traz consequências para a empresa, na maior parte das vezes que são prejudiciais.

O aumento da rotatividade pode ocorrer por diferentes motivos, entre eles:

  • favoritismo;
  • problemas com o clima organizacional;
  • falta de estímulo ao crescimento profissional;
  • conflitos entre gestores e equipe;
  • falta de reconhecimento;
  • excesso de trabalho.

 

O aumento do turnover pode causar impactos ruins na empresa, prejudicando-a tanto financeiramente quanto funcionalmente.

Por isso é necessário evitar essa situação por meio de ações que ajudem a motivar e engajar os funcionários, dessa forma eles se sentirão mais satisfeitos trabalhando em sua organização e com menos vontade de deixá-la, assim refletindo na diminuição da rotatividade.

Planilha Gratuita

Controle o Desempenho dos Colaboradores de Forma Prática, Fácil e Eficiente!

Insira seu MELHOR E-MAIL abaixo e receba a planilha agora mesmo, de forma gratuita.