Organograma Empresarial: Qual o tipo ideal para sua empresa?

O organograma empresarial é uma ferramenta que ajuda a mostrar a estrutura de uma empresa, de modo que as funções e os processos realizados pelos funcionários fiquem claros.

Essa ferramenta é representada através de um gráfico que mostra os cargos, setores e até mesmo funções realizadas em uma organização. Dessa forma fica mais fácil tanto os colaboradores como clientes e investidores terem ciência de como o negócio funciona.

Neste artigo você vai entender mais sobre o que é o organograma empresarial, sua importância, ver os tipos de organograma que existem e saber como fazer o seu.

» Sistema Online de Recrutamento e Seleção
Recrute de forma Assertiva com Análises Comportamentais e Diminua o Turnover com a Gestão de Talentos!

Com o RHbot você encontra o talento ideal para cada vaga, criando um processo seletivo mais ágil e assertivo. Automatizando processos você elimina erros e economiza dinheiro!

Cadastre-se no link abaixo, experimente nosso sistema online de forma gratuita e transforme os resultados do seu RH.

O que é o organograma empresarial?

Como mencionamos o organograma de uma empresa é uma ferramenta, que geralmente é representada em forma de gráfico, que permite uma melhor visualização da estrutura da organização e de seus funcionários.

Ele demonstra a cadeia hierárquica que existe dentro da empresa, delimitando responsabilidades e limites.

Em um organograma geralmente são colocados os nomes dos cargos ocupados dentro da organização, dessa forma a empresa pode organizar melhor sua equipe e assim proporcionar mais clareza a todos os envolvidos em seus negócios.

Qual a importância do organograma empresarial?

Essa ferramenta é muito importante, principalmente para as empresas de grande porte, pois ajuda a demonstrar a estrutura da organização para seus colaboradores.

Assim é possível que os funcionários conheçam todos os cargos existentes na empresa, além de entender seu papel e dos seus colegas de trabalho. Isso faz com que os colaboradores fiquem mais motivados e assim possam melhorar seu desempenho dentro da empresa.

Ter um organograma empresarial também facilita para os novos funcionários conhecer melhor os setores que a empresa possui e quem são os responsáveis por cada função. Dessa forma eles saberão a quem devem recorrer caso ocorra algum problema.

Essa ferramenta ainda permite ter uma visão mais clara sobre o que não está dando certo dentro da empresa, podendo resolver questões de forma mais fácil e assim evitar conflitos entre os funcionários.

Também é possível que a empresa identifique quais funções precisam ser melhoradas e desenvolvidas, podendo também melhorar as habilidades e conhecimentos dos colaboradores.

Além disso, quando as informações da organização são colocadas em um lugar fica mais fácil visualizar quais áreas têm prioridade na realização de tarefas e qual setor possui mais funcionários do que precisa.

Quais os tipos de organograma empresarial?

Existem vários tipos de organograma, vamos apresentar a vocês os principais e explicar como funcionam para que você possa escolher qual o ideal para sua empresa.

Organograma vertical ou clássico

Esse é o tipo mais tradicional, que geralmente é utilizado em empresas mais tradicionais e rígidas. Ele mostra a hierarquia administrativa da organização de cima para baixo.

Em cima se encontram os cargos que têm maior responsabilidade e em baixo os cargos de menor responsabilidade, como a presidência em cima, seguida da diretoria passando para os cargos subordinados.

As posições são representadas por retângulos que são distribuídos verticalmente e interligados através de linhas que demonstram a comunicação entre os cargos e setores.

Organograma horizontal

Esse modelo tem a mesma ideia do organograma vertical, pois também representa a relação hierárquica da empresa, mas ao invés de ser na posição vertical é na horizontal.

Assim sendo os cargos que têm maior responsabilidade são dispostos do lado esquerdo enquanto que os demais ficam do lado direito.

Ele é indicado para organizar projetos ou setores de uma empresa, como os cargos se encontram dispostos lado a lado proporciona uma ideia mais igualitária do que hierárquica.

Organograma circular

Esse modelo é diferente, pois é representado em forma de círculo, em que os cargos que têm maior responsabilidade ficam no centro e os de menor nas extremidades. A hierarquia é demonstrada de forma mais tênue, com os cargos sendo colocados lado a lado.

Ele geralmente é adotado por empresas mais modernas, mostrando a importância do trabalho em equipe e do contato dos clientes com os setores da organização.

A ideia é não mostrar quem são os chefes e os subordinados, mas sim que a empresa é estruturada através da colaboração de todos.

Organograma em barras

Esse tipo de organograma é parecido com o vertical, pois ele se foca na hierarquia da empresa, dando mais relevância aos cargos de maior responsabilidade.

Ele é representado por barras ou retângulos, em que são colocados os nomes dos cargos da organização. Cada cargo é colocado um embaixo do outro.

Os cargos maiores se encontram na posição mais alta e são representados por retângulos maiores, enquanto que os demais cargos se encontram abaixo e são representados por retângulos menores.

Organograma linear de responsabilidade

Esse modelo é diferente dos outros, pois ao invés de mostrar a hierarquia dos cargos ele mostra a relação que os cargos têm com a execução de suas devidas funções.

O organograma linear de responsabilidade é representado por uma tabela em que tem estabelecido os cargos e as atividades, sendo que a relação que existe entre ambos é representada por símbolos que possuem diferentes significados de acordo com a execução do trabalho.

Sua estrutura é mais complexa, sendo mais adequada a empresas que tenham uma estrutura mais rígida, em que cada funcionário exerce uma função específica.

Organograma informativo

Esse tipo de organograma apresenta um grande número de informações relevantes sobre cada unidade organizacional da empresa para que não haja dúvidas sobre as responsabilidades de cada um dos cargos.

Organograma matricial

Esse modelo se parece muito com o organograma vertical, mas tem um objetivo diferente.

Ao invés de ser usado para representar a hierarquia da empresa, ele é utilizado para representar a estrutura de organizações que não apresentam uma definição certa de seus setores, mas apenas de grupos de trabalhos que podem ser temporários.

Assim sendo ele é muito utilizado por empresas que têm estruturas mais dinâmicas, em que a orientação administrativa é realizada através de projetos, como no caso de empresas de engenharia, por exemplo.

Organograma funcional

Esse tipo de organograma é parecido com o vertical, mas apenas em sua estrutura, pois ele representa as relações funcionais e não hierárquicas. Dessa forma fica mais fácil cada um conhecer melhor a função que cada funcionário exerce na empresa.

Como fazer um organograma empresarial?

Para fazer um organograma para sua empresa você vai precisar:

  • Separar os cargos e as funções da empresa;
  • Indicar quem está no comando de cada setor, de acordo com seu nível hierárquico;
  • Escolher o modelo de organograma que mais se adeque à sua empresa.

 

Quando estiver tudo pronto colocar o organograma em um lugar visível na empresa para que todos tenham acesso ou mesmo distribuí-lo a seus colaboradores.

É importante que você se lembre de colocar no organograma apenas os nomes dos cargos e não das pessoas que os ocupam, uma vez que o que importa é a função que é exercida na empresa.

Você deve colocar linhas de comunicação para fazer a interligação entre os cargos e setores da organização, pois é através delas que é representada a hierarquia.

Os cargos devem ser dispostos em retângulos para ficar mais fácil a visualização. Também é indicado que cada nível tenha cores diferentes.

Se você escolher o modelo vertical deve representar a hierarquia de cima para baixo, mas se for horizontal do lado esquerdo para o direito e se for outro modelo fazer de acordo com o que ele propõe.

Para fazer o organograma de forma correta é necessário que você conheça bem a empresa, dessa forma poderá passar as informações sem cometer erros quanto a nomes de cargos e funções.

O organograma deve ser resumido, pois dessa forma ele será mais fácil de entender. É legal utilizar uma ferramenta para facilitar na hora de elaborá-lo como o Excel, por exemplo.

» Processos Seletivos + Rápidos e Eficientes
Recrute de forma Assertiva com Análises Comportamentais e Diminua o Turnover com a Gestão de Talentos!

Com o RHbot você encontra o talento ideal para cada vaga, criando um processo seletivo mais ágil e assertivo. Automatizando processos você elimina erros e economiza dinheiro!

Cadastre-se no link abaixo, experimente nosso sistema online de forma gratuita e transforme os resultados do seu RH.

Como usar o Excel para fazer o organograma?

Nesse programa da Microsoft você vai encontrar modelos de vários tipos de organograma. Para utilizar o software, basta abri-lo e clicar na opção “Inserir”, você deve seguir para o grupo “Ilustrações” e clicar na opção “Hierarquia”, onde você vai encontrar diferentes tipos de organograma.

Então é só escolher o tipo que mais se adequar à sua empresa e começar a editar. Você pode colocar diferentes fontes, mudar a cor dos retângulos, enfim deixar da forma que você quiser.

Como você viu neste artigo o organograma empresarial é muito importante para a empresa, pois ele representa sua estrutura organizacional, tornando mais claro para funcionários, clientes e fornecedores as relações que existem entre os cargos e funções.

Dessa forma cada um conhece o papel que deve desempenhar dentro da empresa, ao mesmo tempo em que sabe a quem deve recorrer caso algum problema aconteça.

Isso faz com que os funcionários fiquem mais comprometidos com suas atividades e apresentem um melhor desempenho. Também ajuda a empresa a identificar erros e entender como ela pode se organizar melhor.

Existem diferentes tipos de organogramas, sendo que há modelos que representam a hierarquia da empresa como os organogramas vertical, horizontal e em barras.

Outros que representam a ligação das funções realizadas com os cargos como os organogramas linear, informativo e funcional. E ainda há aquele que dá a ideia de uma organização que dá mais importância ao trabalho em equipe do que a hierarquia como o organograma circular.

Fazer um organograma não é difícil, mas é preciso que se conheça bem a empresa, para saber qual é exatamente a hierarquia e a disposição dos cargos.

Assim os funcionários poderão ter ciência de como funciona a estrutura organizacional da empresa, o que facilita muito o trabalho e a relação entre os setores.

Planilha Gratuita

Controle o Desempenho dos Colaboradores de Forma Prática, Fácil e Eficiente!

Insira seu MELHOR E-MAIL abaixo e receba a planilha agora mesmo, de forma gratuita.