Matriz SOAR: O que é e como ela contribui na gestão de pessoas?

Matriz SOAR é uma ferramenta utilizada para fazer uma análise estratégica. Ela foi projetada para criar pontos de oportunidade de inovação, sempre olhando para o lado positivo da organização. Se você se lembrou da Matriz SWOT, saiba que sim, elas são similares. A diferença fica no foco que agora estão nas: Forças, Oportunidades, Aspirações e Resultados.

Muitas empresas até mudaram a forma como executam esta estratégia, adaptando-a a novas perspectivas de mercado que comunicam melhor com negócios inovadores!

Por ser também uma ferramenta de autoconsciência, o SOAR ajuda as pessoas a entender como se comportam ao se comunicar, seu estilo de liderança, motivadores e negatividade, níveis de energia e sua adaptação ao ambiente. Então pode ser um bom aliado quando falamos de mapeamento comportamental.

Leia este artigo e conheça todos os detalhes da SOAR!

» Encontre o perfil ideal mapeando competências
Não basta apenas encontrar os melhores candidatos. Para uma gestão eficiente de talentos é preciso conhecer habilidades interpessoais e entender em que posição elas terão melhor desempenho, produtividade e satisfação.

Clique no botão abaixo e experimente de forma gratuita!

O que é Matriz SOAR?

Como vimos, Matriz SOAR é uma metodologia que vem ganhando adeptos na gestão de pessoas. Embora baseado em uma análise SWOT, ela é mais positiva e é capaz de entregar resultados mais animadores para todos.

Conhecida também como análise SOAR, a ferramenta realiza análises estratégicas para as empresas planejarem sua trajetória. A nomenclatura vem da abreviação das palavras: Forças, Oportunidades, Aspirações e Resultados.

Ela é construída de forma colaborativa, ou seja, toda a organização, independente do nível do colaborador, pode participar. Além disso, ela envolve tanto o público interno quanto o externo, trazendo uma visão dinâmica e repleta de dados sobre os cargos atuais e para onde as pessoas querem chegar, ao invés de focar apenas nos gestores, pois se baseia nos dois pontos fortes indivíduos e organizações.

Também busca entender o sistema de forma holística, incluindo o envolvimento das principais partes interessadas e ajudando pessoas e empresas a se concentrarem em:

  • O que estamos fazendo melhor que os outros?
  • Quais recursos precisam ser aprimorados?
  • O que é mais relevante para as partes os stakeholders?

Quais dimensões são mapeadas pela Matriz SOAR?

Strengths (Forças)

Conhecer os pontos fortes de sua empresa, saber o que a torna única e como deixar isso mais potente. Sem esquecer de incluir também os pontos fortes individuais.

Opportunities (Oportunidades)

Descobrir as oportunidades nas quais você pode gerar mais valor de mercado para clientes e para a organização.

Aspirations (Aspirações)

Planejar quem queremos ser no futuro, trazendo inspirações com base nos nossos valores, pontos fortes e oportunidades mapeados anteriormente.

Results (Resultados)

Escolher indicadores que confirmem a realização das nossas aspirações, planejando de que maneira você irá acompanhar seu progresso.

Como surgiu a Matriz SOAR?

A análise SOAR foi inventada por Jacqueline Stavros, David Cooperrider & D. Lynn Kelley em um artigo chamado “SOAR: Uma nova abordagem para o planejamento estratégico”, publicado em 2003.

Ela nasce de uma investigação apreciativa, que procura entender o que as pessoas têm de melhor, e com isso, criar uma visão construtiva e coletiva do futuro.

Quais são as semelhanças e diferenças entre Matriz SOAR e Matriz SWOT?

Bem, você já deve ter percebido que a Matriz SOAR, assim como a Matriz SWOT é uma ferramenta de análise estratégica, porém a primeira tem foco em aspectos positivos. Mas então, qual a diferença entre elas?

Começando pela nomenclatura, pois sabendo que SOAR é originária de SWOT, podemos ver que ambas possuem termos em comum, assim como as letras ‘S’ e o ‘O’ das siglas que significam a mesma coisa: Strengths (Forças) e Opportunities (Oportunidades).

Porém, as diferenças começam nas demais letras. Em SOAR, o ‘A’ e o ‘R’ significam Aspirations (Aspirações) e Results (Resultados), enquanto na SWOT ‘W’ e ‘T’ significam Weaknesses (Fraquezas) e Threats (Ameaças).

As duas são muito importantes e não devem ser vistas como opostas, e sim como ferramentas estratégicas com objetivos diferentes. O que irá  determinar o uso de uma ou de outra é apenas o posicionamento estratégico de cada organização.

A Matriz SWOT se volta para as deficiências e limitações da organização, assim seu contexto age de forma comparativa com o mercado, ou seja, tem a visão voltada para a concorrência. Enquanto isso, a Matriz SOAR, se volta para forças e projeções, para aquilo que deve ser adotado na intenção de descobrir novas oportunidades que podem ser exploradas.

Por esse motivo, a SWOT acaba indicando aquilo que deve ser melhorado na gestão, enquanto a SOAR mostra aquilo que é realizado da melhor maneira e que pode ser uma vantagem competitiva que gere inovação.

Como aplicar a Matriz SOAR?

Apesar da SOAR ser aplicada em toda a empresa, é preciso tratá-la como um processo e  assim algumas pessoas precisam ficar responsáveis por seu planejamento e execução.

Para isso, devem ser selecionadas pessoas para integrar uma equipe para liderar o projeto, lembrando que todos os níveis hierárquicos são bem-vindos, além de todas as áreas da empresa.

Esse grupo, irá montar e aplicar um questionário em todos os participantes e as perguntas devem compor as quatro dimensões da matriz SOAR em suas etapas:

Etapa Strenghts (Forças)

Deve apresentar as ações que estão sendo feitas melhor e quais recursos estão sendo utilizados. Aqui são tratados desde habilidades, conhecimentos e experiências, até as tecnologias, materiais e equipe de trabalho.

É importante ressaltar, que essas forças são os valores reais, por isso pode ser legal compará-las com a concorrência para saber se isso pode ser considerado um diferencial competitivo.

Exemplos de perguntas que podem ser feitas:

  • O você acha que estamos fazendo melhor do que as outras empresas?
  • Quais vantagens temos sobre nossos concorrentes?
  • Qual é a nossa proposta única para os clientes?
  • Como os nossos clientes e concorrentes nos veem?
  • Quais pontos fortes nossos clientes e concorrentes percebem?

 

Após identificar todos esses pontos fortes, é possível protegê-los e construir novas oportunidades. Não esqueça de priorizar pelo menos 6 forças para serem trabalhadas na próxima etapa da análise.

Etapa Opportunities (Oportunidades)

Na etapa das oportunidades, elas devem ser identificadas através de um brainstorming, pois assim irão aparecer diversas ideias criativas sobre o que pode ser feito no futuro.

O mais importante é manter a positividade sempre, sem colocar barreiras e excluir aquelas ideias que você pode julgar ruins. Lembre-se que mesmo que em um primeiro momento elas possam não parecer boas, existem possibilidades para desenvolvimento, então estimule a criatividade!

Pense em todas as tendências e mudanças da sua área e explore também as mudanças no comportamento dos clientes.

No final desta etapa, filtre de 6 a 10 oportunidades e parta para a próxima!

Etapa Aspirations (Aspirações)

Depois de identificar as oportunidades, é hora de considerar as aspirações dos participantes, isto é, imaginar como a empresa poderia ser e planejar seu futuro.

Nesta etapa também é preciso criar um clima confortável, que não rejeite as ideias propostas de primeira.

Mostre as oportunidades identificadas e faça perguntas, como:

  • Quais oportunidades são inspiradoras?
  • Como as oportunidades podem ser desenvolvidas no futuro?
  • Existe algo que você gostaria muito de alcançar com o negócio nos próximos anos?

Ao final, separe os aspectos mais importantes (de  6 a 10) e passe para a próxima etapa. Não esqueça de que todos os cenários devem estar ligados aos valores do negócio.

Etapa Results (Resultados)

Na etapa final, com as aspirações escolhidas, podemos passar para os resultados. Elas funcionam depois que as prioridades estão estabelecidas, com seus indicadores, mostrando tudo aquilo que será alcançado.

Planeje com os participantes como será o que será realizado depois que vocês atingirem os objetivos. Aqui temos algumas perguntas podem ajudar:

  • O que será diferente quando atingimos nosso propósito?
  • Quais processos vão mudar e impactar a organização?
  • O que você deseja que seja visto como referência na nossa organização?
  • Como iremos celebrar nossas novas conquistas?

Com os resultados obtidos através da Análise SOAR, é possível avançar no desenvolvimento de planos de ação e outros processos estratégicos, como análise de riscos, definição de metas e métricas etc.

5 vantagens da Matriz SOAR

1 – Cria uma perspectiva positiva e convergente sobre o futuro

Ela permite que colaboradores e organização construam os seus futuros de forma colaborativa, através da compreensão compartilhada e do compromisso com a ação.

2 – Melhora o engajamento e a colaboração dos envolvidos

Através de uma estratégia individual, é assegurada a participação efetiva de todas as pessoas, contemplando assim, a estratégia do grupo.

3 – Aumenta a clareza das forças e contribui com aspirações e resultados

A matriz ajuda no alinhamento daquilo que temos de melhor, através das oportunidades de mercado, aspirações e resultados esperados.

4 – Estimula a sabedoria coletiva

A SOAR permite a descoberta de melhores práticas a partir do trabalho coletivo.

5 – Contribui para construção de agilidade e resiliência

Fornece toda a energia que precisa para a criação de organizações e comunidades mais flexíveis, ágeis e resilientes.

» Encontre o perfil ideal mapeando competências
Não basta apenas encontrar os melhores candidatos. Para uma gestão eficiente de talentos é preciso conhecer habilidades interpessoais e entender em que posição elas terão melhor desempenho, produtividade e satisfação.

Clique no botão abaixo e experimente de forma gratuita!

A Matriz SOAR na Análise Comportamental

É comum que as pessoas deem uma maior atenção aos seus pontos de baixa performance, direcionando os seus esforços na busca pelo desenvolvimento de novas habilidades, porém, deixando de valorizar as suas potências.

Nos dias de hoje, onde  a única certeza é a incerteza, utilizar uma ferramenta como a SOAR ajuda a criar um ambiente que promove o otimismo, além de aproveitar todo o potencial das pessoas, criando mais engajamento e motivando novos desafios.

Através do People Skills, nossa ferramenta de análise comportamental e da Matriz SOAR, as potencialidades de cada pessoa podem ser evidenciadas e também alcançar melhores resultados.

Planilha Gratuita

Controle o Desempenho dos Colaboradores de Forma Prática, Fácil e Eficiente!

Insira seu MELHOR E-MAIL abaixo e receba a planilha agora mesmo, de forma gratuita.