Negócios Imobiliários: Como me tornar um corretor em Porto Alegre

A profissão de corretor de imóveis é regulamentada, sendo assim, existem algumas exigências para que seja possível atuar nessa área.

 Como já se sabe, possuir interesse em atuar na área de corretor de imóveis não será uma tarefa fácil, pois, haverá desafios e ainda se terá um caminho a percorrer que requer dedicação e estudo. No entanto, pode-se adquirir diversas conquistas. Desta forma, o corretor de imóveis é um profissional de responsabilidades que tem como intenção de vender ou comprar imóveis, e para que isso seja possível é necessário ter o registro no CRECI (Conselho Regional de Corretores de Imóveis), que é um órgão federal que faz a regulamentação e a normatização da profissão. Ou seja, todas as regulamentações dessa profissão estão previstas na Lei Federal n 6.530/78.

Outro fato importante é que é necessário que se tenha uma formação na área para conseguir o registo. Pode-se considerar que a carreira de corretor de imóveis está em alta, e possui muitos estudantes que estão procurando seguir a profissão, e também trabalhadores de outras áreas estão buscando esse setor, principalmente os de maiores rendimentos. No entanto, para conseguir ter sucesso, espaço e uma boa remuneração, é preciso seguir alguns passos que são importantes para que se consiga atingir esse objetivo.

É preciso seguir alguns passos para se tornar um corretor de imóveis, dentro deles ser maior de idade é um fator importante. Possuir certificação do ensino médio completo e realizar um curso Técnico de Transações Imobiliárias é outro passo a se tomar. O TTI, como é conhecido, é um curso profissionalizante que forma o corretor. Que pode levar de quatro meses a mais ou menos um ano e meio de duração, o aluno ainda tem a opção de ser matriculada de acordo com que facilitará o ensino, sendo de modo presencial, semi-presencial ou online, os cursos disponibilizam apostilas e amplas matérias voltados à aprendizagem e conhecimentos de vendas. Para que se consiga maior experiência e conhecimento, seria interessante buscar por um estágio, assim facilitando a formação e será possível compreender melhor, por exemplo, em como vender ou alugar kitnets.

O estágio pode ser obrigatório, dependendo do lugar onde está cursando, no entanto, mesmo que não for, será importante realizá-lo pois a experiência que se adquire auxiliaria na atuação, além de ajudar na hora de escolher em qual área mais se identifica e que irá atuar. Outro ponto interessante, é que a área de atuação é bem vasta, tem várias opções para seguir, como locação, loteamento, imóveis comerciais e lançamentos imobiliários.

Quando finalizado o estágio e o curso de formação, o aluno ainda não será um corretor de imóveis, pois é preciso ir até ao CRECI, fornece uma série de documentos, recolher as taxas necessárias e solicitar a carteira com o número de inscrição profissional. Após todo o procedimento, só irá faltar receber a carteira profissional. A partir do momento que é entregue essa carteira, é que poderá exercer a profissão como corretor de imóveis. Também, o corretor pode se qualificar para novas especializações se assim desejar.

Outro ponto a ressaltar é que muitos ainda possuem dúvidas sobre exercer a profissão e se vale mais em ser pessoa física ou jurídica. No entanto, é importante deixar claro que independente da escolha não haverá interferências em relação a atuação do corretor, pois poderá exercer a profissão livremente desde que possua o CRECI.

Os corretores de imóveis possuem diversas funções, sendo elas a trabalhar na venda ou locação de imóveis, sendo usados ou novos, e de imobiliárias ou de forma autônoma. Atuar na captação de novos negócios, buscando por imóveis que sejam adequados e que possam atender a todas as necessidades estabelecidas pelo cliente. Realizar avaliações dos imóveis, atuar como correspondente imobiliário da Caixa Econômica Federal, assim oferecendo financiamento através dos programas da instituição e claro, abrir a própria imobiliária.

Para se tornar um corretor de imóveis em destaque é importante sempre estar atento a todas as mudanças e os avanços tecnológicos, pois tudo isso interfere na hora de vender os imóveis. A forma de atendimento, relacionamento com o cliente é essencial, pois querendo ou não a forma de conseguir realizar as negociações é através da comunicação e em como isso é passado para o cliente. Possuir habilidades em comunicação, negociação, saber identificar as necessidades do cliente antes mesmo dele explicar detalhadamente é fundamental. Ter paciência e perseverança são fatos que contam a favor, no entanto se atentar a não sufocar o cliente é importante, ao invés de aproximá-lo da venda só está o assustando.

Portanto, ao atendê-lo e mostrar diversos apartamento em Porto Alegre ,se é o que ele está procurando, realizar um atendimento diferenciado e mostrar diversos imóveis só irá atraí-lo. Assim que decidir ser um corretor, o caminho a percorrer até o momento da formação, e depois em que se torna um corretor requer diversos detalhes ligados a responsabilidades de atividades que o indivíduo irá exercer, então como se percebe não será uma tarefa tão simples. No entanto, todo o esforço e dedicação irão valer a pena.