Licença Gala: O Que é e Como Ela Pode Ajudar no Clima Organizacional?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp
Share on facebook
A licença gala ou licença casamento é um direito que o funcionário tem de tirar alguns dias de folga remunerados ao se casar. Essa licença é estabelecida pela legislação da CLT (no caso de funcionários de empresas particulares e professores) e pela lei 8.112 (para funcionários públicos).

É dever da empresa permitir que seus colaboradores tirem os dias estabelecidos de folga. É recomendado também que o funcionário avise com antecedência que precisará tirar a licença gala, para que assim, a organização possa se preparar para sua ausência.

Neste artigo você vai entender melhor o que é a licença gala. Vamos saber quantos dias de licença o funcionário tem direito, o que diz a lei sobre a licença, como o colaborador deve proceder ao solicitá-la e como a empresa deve lidar com essa situação.

» Sistema Online de Recrutamento e Seleção
Recrute de forma Assertiva com Análises Comportamentais e Diminua o Turnover com a Gestão de Talentos!

Com o RHbot você encontra o talento ideal para cada vaga, criando um processo seletivo mais ágil e assertivo. Automatizando processos você elimina erros e economiza dinheiro!

Cadastre-se no link abaixo, experimente nosso sistema online de forma gratuita e transforme os resultados do seu RH.

O que é a licença gala?

Também chamada de licença casamento, licença nupcial ou licença matrimônio é um direito previsto em lei. Ele que permite que o colaborador tenha folga por um determinado período de tempo, sem ter prejuízo no salário.

Quantos dias de licença o funcionário tem direito?

Depende que tipo de funcionário ele é, se ele trabalha em uma empresa privada, é professor ou se é servidor público.

De acordo com o artigo 473 da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) o funcionário de empresas privadas têm direito a três dias consecutivos de folga remunerada em virtude do casamento.

Para os professores o prazo se encontra descrito no parágrafo 3º do artigo 320 da CLT, tendo direito a nove dias de faltas remuneradas por motivo de gala.

Por outro lado o prazo para os funcionários públicos está descrito no artigo 97 da lei 8.112, em que têm direito a oito dias consecutivos de folga remunerada devido a casamento.

O que a lei brasileira estabelece sobre a união estável homoafetiva?

Desde 2011, com a equiparação dos direitos e deveres de casais homossexuais e heterossexuais, a união homoafetiva passou a ser reconhecida como entidade familiar, ou seja, regida pelas mesmas regras da união estável de casais heterossexuais. O mesmo ocorrendo com o casamento.

Deste modo, o art. 473 da CLT confere o direito ao empregado a faltar 3 dias consecutivos em virtude de casamento (licença gala), homossexual ou heterossexual, como já vimos.

Como calcular a licença?

Na lei não consta que os dias contados para a licença sejam dias úteis, mas apenas consecutivos. No entanto é possível que a empresa entre em um acordo com o colaborador e conceda a folga nos dias úteis para que ele possa aproveitar com tranquilidade o período de lua de mel.

Portanto no caso de funcionários que trabalhem sob a legislação CLT, a licença pode ser calculada da seguinte forma:

Casamento no sábado

Se o funcionário não trabalha aos finais de semana e seu casamento se realize no sábado, a licença contará a partir de segunda-feira, tendo até quarta-feira de folga.

Mas se o funcionário trabalhar de domingo a domingo, então a licença começa a contar a partir de domingo e ele terá até terça-feira de folga remunerada.

Casamento na sexta-feira

Por outro lado se o casamento acontecer em uma sexta-feira então o colaborador teria folga no sábado, domingo e segunda-feira. Nesse caso, como mencionamos anteriormente, a empresa pode entrar em um acordo com o funcionário e conceder três dias úteis de folga.

Casamento durante as férias

Agora se o colaborador decidir fazer o casamento em seu período de férias ele não tem direito à licença gala, uma vez que ele se encontra fora da empresa.

No entanto é possível que o funcionário converse com seu gestor e entre em um acordo e solicite a licença gala antes de entrar de férias, assim ela antecederá esse período.

O funcionário pode dividir os dias de licença gala?

Não, pois a lei diz que os dias devem ser consecutivos, portanto não é possível dividir os dias. Assim se o funcionário desejar se casar no civil em um dia e no religioso no outro deve escolher uma das datas para que a licença gala seja contada.

Como o colaborador deve proceder ao solicitar a licença gala?

Não é estabelecido em lei quanto tempo de antecedência o colaborador deve solicitar a licença gala, mas é recomendado comunicar à empresa um mês antes, dessa forma ela tem tempo de se organizar e se preparar para suprir a falta do profissional durante os dias de folga. Isso ajuda a criar um melhor relacionamento no trabalho.

É possível que o funcionário solicite a licença antes da data do casamento,
pois a lei não especifica que o pedido deve ser feito a partir do dia ou no dia seguinte à cerimônia. Assim cabe ao funcionário escolher o dia mais adequado para que a licença comece a ser contada.

O funcionário não precisa apresentar nenhum documento no momento da solicitação, mas quando retornar da licença gala é necessário que apresente uma cópia da certidão de casamento.

Como a empresa deve lidar com essa situação?

É importante que a empresa se planeje para situações desse tipo, dessa forma poderá se organizar melhor e manter a ordem da organização.

Confira algumas ações que a empresa pode tomar:

Orientar os funcionários

Para isso a primeira ação que ela deve tomar é orientar seus funcionários a se programar. Se for possível tente determinar uma política na empresa para que a solicitação da licença gala seja regularizada.

Assim poderá aconselhá-los a fazerem a solicitação com antecedência para que a empresa possa ter tempo de se organizar e a equipe não seja prejudicada.

Promover uma boa comunicação entre colaboradores e gestores

A empresa deve estimular para que haja uma boa comunicação entre os colaboradores e seus gestores, assim eles poderão entrar em um acordo sobre o período que ocorrerá a licença.

Pode acontecer de o funcionário ter saldo positivo de banco de horas, assim ele pode conversar para que os dias que tem direito sejam emendados juntamente com a licença. Dessa forma ele terá mais alguns dias de lua de mel.

Analisar a situação

É importante que a organização analise a situação e verifique se a folga do funcionário será prejudicial para a equipe ou não. Pois se a folga ocorrer em um período de muito trabalho ou entrega de algum projeto importante a falta de um colaborador pode acabar atrapalhando.

Por isso a empresa deve pensar em uma alternativa e fazer um bom planejamento, uma vez que se trata de apenas três dias de licença e certamente o funcionário merece esse direito ao realizar um bom trabalho.

A empresa pode se negar a dar a licença gala?

Não, pois a licença gala é um direito estabelecido em lei e por isso não pode ser negado. Caso isso aconteça o funcionário tem o direito de acionar a Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (MTE) de sua região ou o próprio sindicato para intervir.

Ou em casos mais extremos pode reclamar na Justiça do Trabalho e pedir uma rescisão indireta, podendo até mesmo solicitar seu desligamento da empresa sem justa causa.

Funcionários terceirizados e estagiários têm direito à licença gala?

Os funcionários terceirizados de acordo com a lei 13.429 de 31 de março de 2017 possuem os mesmos direitos que funcionários em regime CLT. Por isso também tem direito à licença gala, no entanto cabe à empresa de trabalho terceirizado fazer valer esse direito e não a empresa que está contratando o serviço.

Por outro lado a lei 11.788 de 25 de setembro de 2008 que fala sobre os direitos dos estagiários não estabelece o direito da licença gala a essa categoria de trabalhadores.

No entanto os estagiários têm direito a 15 dias de folga a cada 180 dias de estágio, que podem ser solicitados com 30 dias de antecedência. Por isso o estagiário pode se programar para que o casamento ocorra no período de folga.

Como a empresa deve registrar a licença gala?

Para realizar o registro da licença gala a empresa deve pedir uma cópia da certidão de casamento quando o colaborador retornar ao trabalho, em seguida deve anexar a cópia à folha de ponto ou boletim de frequência e por fim abonar os dias ausentes ao fazer a folha de pagamento para que o salário não seja descontado.

Como a empresa pode melhorar sua cultura organizacional por meio da licença gala?

A organização pode aproveitar a licença gala para melhorar sua cultura organizacional e assim promover uma melhor relação com seus funcionários.

Algo que a empresa deve levar em consideração é que o colaborador que solicita a licença gala está passando por uma fase importante e feliz de sua vida. Por isso é importante que a pessoa se sinta motivada. A organização pode realizar algumas ações, entre elas:

  • permitir que a equipe do colaborador realize um chá de cozinha, para que dessa forma seus colegas possam presenteá-lo com lembranças para a casa nova;
  • escrever uma mensagem desejando felicidades pelo casamento, isso fará com que o funcionário se sinta valorizado pela empresa;
  • escrever uma mensagem de boas vindas para que o colaborador se sinta motivado a retornar ao trabalho.

 

» Processos Seletivos + Rápidos e Eficientes
Recrute de forma Assertiva com Análises Comportamentais e Diminua o Turnover com a Gestão de Talentos!

Com o RHbot você encontra o talento ideal para cada vaga, criando um processo seletivo mais ágil e assertivo. Automatizando processos você elimina erros e economiza dinheiro!

Cadastre-se no link abaixo, experimente nosso sistema online de forma gratuita e transforme os resultados do seu RH.

Oriente seus colaboradores!

Como você pode ver neste artigo a licença gala é um direito de todo funcionário. Sendo assim a empresa é obrigada a concedê-lo, caso contrário o colaborador poderá procurar meios legais para fazer valer seus direitos.

É importante que a empresa oriente seus funcionários a realizarem a solicitação da licença gala com antecedência. Assim, ela poderá se organizar e analisar que ações podem ser tomadas para suprir os dias de folga do colaborador.

Além disso, se recomenda que a empresa tenha consideração por seu funcionário e motive-o no trabalho. Pode ser através de ações simples como permitir que sua equipe promova um chá de cozinha e enviar-lhe bilhetes de felicitações e boas vindas quando retornar ao trabalho.

Dessa forma ele se sentirá mais animado e valorizado pela organização, o que também motivará os demais funcionários que poderão esperar pelo mesmo tratamento ao solicitarem a licença gala, assim melhorando a cultura organizacional da empresa.

Não vá embora! Veja nossos Artigos mais Recentes:

O que podemos fazer
para melhorar sua gestão?

Clique no botão abaixo que teremos o prazer em ajudá-lo.

Contato

    RJ: (21) 3005.4074

    DF: (61) 2626.2705

    BA: (71) 2626.1205

    MG: (31) 2626.9127

    PR: (41) 2626.1267

    RS: (51) 2626.3109

Qual Solução você gostaria?