Ikigai: aprenda como encontrar felicidade no trabalho

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp
Share on facebook
Encontrar uma razão para levantar todas as manhãs é o que muitas pessoas buscam. Muitas vezes isso pode estar atrelado ao nosso trabalho, pois passamos a maior parte do nosso dia nele. Neste cenário temos também os profissionais desmotivados inseridos nas empresas. Alguns querem mudar de setor ou, muitas vezes, até de profissão.

Uma pesquisa do site Bancários de Sucesso, apontou que 88% das pessoas admitem que não possuem nenhuma paixão por seu trabalho, o que faz com que sair de casa todos os dias seja um verdadeiro martírio. Nesses casos, a autoavaliação é o primeiro passo para entender o real estímulo para esta insatisfação.

Mas essa realidade pode mudar através do ikigai, uma filosofia que representa a visão de vida, a sensibilidade e a maneira de agir dos japoneses. Esta prática leva ao bem-estar e longevidade do indivíduo, através do incentivo de atividades físicas, sociais, boa alimentação, manutenção do trabalho e dedicação às paixões. Tudo isso dando um sentido à vida.

O que é ikigai?

Ikigai é uma palavra japonesa que não tem uma tradução literal para nossa língua, mas que significa algo como “a razão de ser”, “aqueles objetivos de vida que nos fazem levantar todas as manhãs” ou “nossa motivação profunda”.

Para os moradores de Okinawa, ilha do vilarejo de Ogimi onde nasceu a filosofia, todos nós carregamos o nosso próprio ikigai e é essencial descobri-lo e carregá-lo como bandeira. Até por que, quando estamos conectados com nosso propósito, aprendemos a dizer não para tudo aquilo que nos distrai e afasta dele, sendo o foco o maior potencializador do propósito.

Para eles, somente quando vivemos nosso ikigai de maneira completa, conseguimos nos comprometer com nós mesmos para enfrentar qualquer dificuldade e para dar real sentido e significado para nossas vidas.

A filosofia ikigai se propagou pelo mundo após pesquisas científicas relacionarem seus princípios com benefícios para a saúde. Outra descoberta foi de que a população moradora da ilha possui as mais altas taxas de longevidade do planeta, com mais de 20% de sua população já alcançando a casa dos 100 anos. Além disso, existe também um outro estudo que levanta a possibilidade do ikigai conduzir ao encontro da prosperidade.

Na área de gestão de pessoas o conceito do ikigai está sendo utilizado para direcionamento de carreiras e aplicações motivacionais.

Filosofia de vida

A filosofia ikigai busca contribuir para que todos possam viver com muito mais propósito, sentido e performance, sempre dentro de um espírito de união e fraternidade, com elevado sentido de protagonismo sobre suas vidas e consequentemente, de suas carreiras.

Ikigai não é uma doutrina e por isso não pretende dizer para ninguém como este deve viver sua vida. Seu objetivo é propiciar maior sentido e harmonia para a forma como vivemos, coexistindo de forma harmônica e complementar com todas as religiões e filosofias de cunho humanista que hoje existem no mundo.

Outro aspecto que forma esta filosofia, que inclui a alimentação e as relações sociais de mútuo apoio (denominada de Moai), é que os moradores de Okinawa são uma das populações com maior índice de felicidade e propósito para a vida conhecidos no mundo.

A mandala ikigai

Geralmente o primeiro contato com a filosofia ikigai é feito por meio do círculo ou mandala que de fato, é um dos elementos que mais surpreende a todos, criando uma imediata identificação com esta filosofia.

A mandala ikigai é um desenho que aborda as diferentes áreas e influências de uma vida plena de razão de ser, não excluindo inclusive o dinheiro, que habitualmente é tratada por boa parte das filosofias como algo de menor valor ou até como um entrave para a busca da felicidade. Seu primeiro divulgador foi Marc Winn, um visionário especialista em inovação e altamente engajado com a melhoria social no planeta.

Esta estrutura da mandala é esclarecedora e nos ajuda, enquanto ocidentais de mente racional, a compreender o que significa e qual o valor de uma vida em ikigai em suas diferentes dimensões.

Saber o porquê se vive, é a chave para ter uma existência melhor. Sem propósito, apenas se sobrevive. Para saber qual é seu ikigai e como harmonizá-lo, é necessário responder quatro perguntas:

1. O que você ama?

Para responder a essa pergunta, deve-se compreender seu sentido. Infelizmente, a palavra amor, tornou-se vulgar e banal na sociedade moderna. O que você ama, para o ikigai, é o que você gostaria de fazer, mesmo que não fosse pago para isso. É uma pergunta que envolve o sentimento, talvez, um objetivo de vida. Tente lembrar da sua infância de das coisas que você gostava de fazer. Isso pode ajudar você a descobrir o que você ama.

2. No que você é bom?

Há quem possa confundir com a primeira pergunta, no entanto, não há tanto sentimento, está mais ligado a vocação. Essa pergunta é uma questão prática da vida, saber quais são suas qualidades e habilidades naturais. Por exemplo, você pode ser bom em matemática e trabalhar com contabilidade.

3. Pelo quê você pode ser pago?

Outra questão prática da vida, qual trabalho você é capaz de realizar para manter o seu sustento. Ter um emprego é essencial para manter a independência financeira, isso garante a saúde psicológica e possibilita a realização de projetos pessoais.

4. O que o mundo precisa?

Essa questão, talvez, seja a mais difícil de responder. É necessário refletir em uma conjuntura maior do que o indivíduo, colocar as necessidades do grupo acima do seu. O que você pode oferecer para o mundo, para ajudá-lo a se tornar um lugar melhor?

Responder a essas questões não garantirá facilidade na vida, e mesmo que elas estejam claras para você, encontrar a harmonia entre elas e o conjunto que elas se tornam, pode ser um desafio ainda maior.

No entanto, se você pretende ter uma longa vida e com um significado maior, vale a pena buscar encontrar esse equilíbrio.

Como encontrar o propósito da nossa vida?

Na cultura japonesa, para encontrar o propósito da nossa vida requer, são considerados dois elementos indispensáveis: realizar aquelas atividades que fazem com que a vida valha a pena; e conseguir uma existência com propósito requer também um estado mental concreto e uma série de hábitos. E é aí que, precisamente, entram as leis do ikigai. Através delas, é possível construir as bases necessárias para alcançar uma vida que mereça ser vivida.

As 10 leis ikigai para uma vida com sentido

1. NUNCA SE APOSENTE

Trabalho não é visto como uma obrigação em Okinawa, mas uma oportunidade de manifestar nosso ikigai, ou seja aquilo que você ama fazer e é seu propósito de vida. Quem abandona aquilo que ama e sabe fazer, perde o sentido da vida. Se você ama o que faz, por que se aposentar?

Ainda que você se afaste do compromisso diário do seu trabalho, é necessário manter a mente ativa, realizando algum serviço voluntário, praticando exercícios físicos, fazendo artesanato, etc.. As possibilidades são infinitas para não se “aposentar”.

2. TENHA CALMA

A pressa é inversamente proporcional à qualidade de vida. O stress é o fator que mais gera oxidação no organismo e, consequentemente, envelhecimento. Muitas vezes é necessário parar, refletir e pensar antes de tomar certas atitudes. Busque um estilo de vida mais tranquilo.

3. NÃO COMA ATÉ SE ENCHER

Mantenha o estômago em 80%! Os moradores de Okinawa sabem que comer muito leva ao envelhecimento e doenças associadas aos hábitos pouco saudáveis e se acostumaram a comer para viver. Para preservar a saúde por mais tempo, é preciso comer um pouco menos do que a fome que sentimos.

4. RODEIE-SE DE BONS AMIGOS

Somos a soma das cinco pessoas com quem mais andamos. Bons amigos nos ajudam a ter uma visão positiva da vida, além de nos fazerem crescer. Eles são o melhor elixir para dissolver as preocupações. Seja por meio de uma boa conversa, seja por trocar anedotas, eles tornam a existência mais leve.

5. COLOQUE-SE EM FORMA PARA O PRÓXIMO ANIVERSÁRIO

Esta lei nos trás 2 ensinamentos muito valiosos. Primeiro, o fato de você ter uma meta (Coloque-se em forma). Segundo, ter um prazo para conclusão (o próximo aniversário).

Seu corpo é seu veículo para a vida. Mantenha-o funcionando em perfeita harmonia. Além disso, praticar exercícios físicos geram hormônios da felicidade.

6. SORRIA

Uma atitude afável atrai amigos e relaxa a própria pessoa. Não é de hoje que sabemos sobre o poder de um sorriso sincero. Um sorriso vai bem para todo mundo, para quem dá e para quem recebe. Um sorriso abre portas, fecha contratos e multiplica valores!

7. RECONECTE-SE COM A NATUREZA

A natureza traz uma qualidade de vida única. Ainda que você more em uma cidade super agitada, você pode visitar mais parques, viajar mais e sentir todo o poder que a natureza traz para sua vida como uma recarga de energia. Este conceito é chamado “Banho de Floresta”, faz parte da cultura de uma vida em ikigai.

8. AGRADEÇA

Dedique um momento do seu dia para agradecer e tenha abundância. Agradeça a tudo que ilumina sua rotina e faz você se sentir feliz por estar vivo. A gratidão é algo de extrema importância para aproximar mais as pessoas do sucesso. Reconhecer o papel de todos à sua volta e ser grato por cada pequena conquista maximiza os resultados e oferece uma cultura de compartilhamento e celebração conjunta.

9. VIVA O MOMENTO

“Tudo o que tem é o dia de hoje”, lembram García e Miralles, autores do livro “Ikigai – Viva Bem Até aos Cem”. Por isso, “pare de se lamentar pelo passado e de temer o futuro”.

Viva cada instante intensamente e inteiramente. Dedique-se exclusivamente a uma coisa de cada vez e se concentre para que este momento seja vivido de verdade, sem a sensação de estar no piloto automático, apenas seguindo o fluxo.

10. DESCUBRA E VIVA SEU IKIGAI

“Dentro de si há uma paixão, um talento único que dá sentido aos seus dias e incentiva-o a dar o melhor de si mesmo até ao fim”, afirmam os autores. Esteja sempre em busca do seu ikigai, viva sua missão, com paixão e faça de seu talento seu trabalho.

Quantos ikigais você pode ter?

Existem diversas maneiras de ter prazer fazendo o que se ama. Na verdade, é importante ter vários ikigais, dos menores aos maiores.

“A maioria das religiões só acreditam em um Deus. Mas, no Japão, acreditamos que há 8 milhões de deuses. Isso influencia como os japoneses veem o ikigai: não acreditamos que há só uma coisa importante, não perseguimos apenas um objetivo, pode haver milhares de coisas diferentes que podem nos dar prazer”, diz o neurocientista japonês, Ken Mogi.

Ele ainda dá um exemplo como isso se aplica em sua vida prática. “Meu ikigai menor é correr 10 km em Tóquio todos os dias. Mas, como cientista, minha maior alegria é ter ideias novas e, talvez, dar uma contribuição para o mundo. Isso também é meu ikigai”.

As 10 crenças realizadoras do método ikigai

Na filosofia ikigai, tudo aquilo que se acredita, verdadeiramente, se torna realidade. Existem 10 crenças que podem ser destacadas:

1. Vida significativa
Acredita-se que todos nós nascemos para viver uma vida significativa.

2. Propósito e performance
Acredita-se que performance e propósito devem andar lado a lado.

3. Talentos
Acredita-se que nossos talentos são presentes para o mundo.

4. Viver nossas paixões
Acredita-se que devemos viver intensamente as nossas paixões.

5. Protagonismo
Acredita-se que o protagonismo é o propulsor do desenvolvimento.

6. Autoconhecimento
Acredita-se que o autoconhecimento é a chave para a realização.

7. Sucesso
Acredita-se que o sentido do sucesso transcende os números.

8. Meta inteligência emocional
Acredita-se que ser inteligente vai muito além do aspecto cognitivo.

9. Visão sistêmica
Acredita-se que a visão sistêmica é essencial para a nossa evolução.

10. Vida com sentido
Acredita-se que o verdadeiro sentido da vida é uma vida com sentido.

Fazendo o ikigai funcionar para você e seus colaboradores

Apesar de nem todos nós podermos levar uma vida como na ilha Okinawa, todos podemos criar nossa Okinawa onde estivermos. Para trazer o ikigai para sua vida, obviamente não é preciso mudar para o Japão. É necessário apenas entender a essência do conceito e torná-lo parte do seu cotidiano.

“O ikigai pode te servir de apoio sem que seja necessária a aprovação de outras pessoas para isso. Trata-se de descobrir o que te faz feliz. Não é preciso que outras pessoas te avaliem e te premiem por isso”, comenta Moji.

Então, se você quiser ter uma vida longa e saudável, e ainda motivar seu time, vale a pena tentar descobrir seu ikigai. “Não é apenas bem-estar. O ikigai também é uma esperança para o futuro”, afirma o neurocientista japonês.

Apesar de cada pessoa ser única e possuir o seu ikigai, estas pessoas fazem parte de uma mesma sociedade. Se todos estiverem vivendo em harmonia consigo, será bem mais fácil ser amável com o próximo, criando um ambiente saudável de convivência pacífica em qualquer esfera dessa sociedade, inclusive dentro de sua organização.

Não vá embora! Temos muito mais artigos como este.

O que podemos fazer
para melhorar sua gestão?

Clique no botão abaixo que teremos o prazer em ajudá-lo.

Contato

    RJ: (21) 3005.4074

    DF: (61) 2626.2705

    BA: (71) 2626.1205

    MG: (31) 2626.9127

    PR: (41) 2626.1267

    RS: (51) 2626.3109

Qual Solução você gostaria?