Entrevista de Desligamento: Qual a forma mais adequada de proceder?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp
Share on facebook
A entrevista de desligamento é um procedimento que geralmente é realizado pelo setor de RH (Recursos Humanos). Trata-se de uma conversação conduzida pelo gestor de RH para saber qual o ponto de vista do ex-funcionário sobre algumas questões da organização.

A partir dessa entrevista é possível ter informações importantes sobre a cultura empresarial e como é possível melhorar a empresa para diminuir a rotatividade de pessoal. Ela deve ser realizada tanto quando um colaborador pede demissão quanto quando é demitido.

Neste artigo você vai entender melhor o que é a entrevista de desligamento, sua importância, quais são seus benefícios e como realizá-la.

» Sistema Online de Recrutamento e Seleção
Recrute de forma Assertiva com Análises Comportamentais e Diminua o Turnover com a Gestão de Talentos!

Com o RHbot você encontra o talento ideal para cada vaga, criando um processo seletivo mais ágil e assertivo. Automatizando processos você elimina erros e economiza dinheiro!

Cadastre-se no link abaixo, experimente nosso sistema online de forma gratuita e transforme os resultados do seu RH.

O que é a entrevista de desligamento?

A entrevista de desligamento é uma ferramenta muito utilizada pelo setor de RH. Ela tem como objetivo entender quais foram os motivos que provocaram esse desligamento, conhecendo o ponto de vista do funcionário sobre as experiências que teve na empresa.

Dessa forma é possível analisar e orientar os gestores sobre as ações que devem tomar desse momento em diante na empresa, podendo melhorar os pontos fracos da organização, de modo que os funcionários fiquem mais satisfeitos, assim diminuindo a rotatividade.

Por que a entrevista de desligamento é importante?

Através da entrevista de desligamento o ex-funcionário tem a chance de dar sua opinião com mais liberdade, sem temer repreensões ou uma possível demissão, uma vez que ele já não faz mais parte da empresa.

Se o ex-funcionário foi demitido é possível identificar por que ocorreu a demissão, se foram por razões pessoais, competências insatisfatórias ou razões estruturais.

Por outro lado se o ex-funcionário se demitiu é possível saber os motivos que o levaram a pedir demissão, se foi por causa do salário, ambiente de trabalho ou falta de perspectivas profissionais e de desenvolvimento.

Além disso, também é possível dar liberdade para que ele opine sobre de que forma a empresa pode melhorar.

As soluções que o ex-funcionário apresentar podem ser bem diferentes do que é praticado na empresa e mais especificamente no setor que ele trabalhou, podendo ser de grande valia. Pois ele conhece melhor suas dificuldades e no tempo em que trabalhou pode ter pensado nesses problemas e conversado sobre alternativas para solucioná-los.

A empresa também pode oferecer amparo ao ex-funcionário devido à perda de emprego. Dessa forma a organização terá uma imagem positiva perante esse profissional.

Quais os benefícios da entrevista de desligamento?

Entre os benefícios que a entrevista de desligamento proporciona, estão:

Diminuição da rotatividade de colaboradores

Através das respostas do ex-funcionário durante a entrevista de desligamento é possível identificar os erros que a empresa está cometendo na gestão de pessoas. Dessa forma a organização pode encontrar soluções e realizar ações para melhorar.

Amenização da relação entre a empresa e o funcionário

A demissão seja por escolha do colaborador ou da empresa provoca uma tensão entre ambos, podendo haver ressentimentos, o que gera críticas e reclamações. Através da entrevista é possível esclarecer as divergências, pois o ex-funcionário estará livre para expressar sua opinião.

Dessa forma o profissional de RH poderá amenizar a relação, mostrando a visão da organização sobre os fatos apresentados. Tudo de forma tranquila, para que o profissional tenha uma boa impressão da empresa.

Troca de feedbacks

A empresa poderá receber um feedback mais honesto do ex-funcionário sobre a empresa em relação à vários aspectos, como as práticas do próprio RH, levando em conta questões como salário, benefícios, treinamento e plano de carreira.

Também é possível reconhecer falhas na empresa e saber a opinião do ex-funcionário, tendo um ponto de vista de como é possível a empresa corrigir seus erros e melhorar seu posicionamento.

O profissional de RH também tem a chance de dar um feedback ao profissional sobre sua performance durante o tempo em que trabalhou na empresa, citando seus pontos positivos e negativos.

Melhora da imagem da empresa

Através da entrevista de desligamento a empresa pode melhorar sua imagem, pois mostra responsabilidade social e humanização ao se preocupar com seu funcionário. Assim o profissional poderá indicar a organização para outros e até mesmo criar parcerias de trabalho.

Os colaboradores que ainda se mantêm na empresa poderão ficar mais tranquilos, pois mostrará que a empresa valoriza seus funcionários.

Como realizar uma entrevista de desligamento?

É preciso ter muito tato em todo o planejamento da entrevista de desligamento, afinal é um momento sensível para o ex-funcionário, ainda mais se ele foi demitido.

Por isso é indicado que você siga os seguintes passos:

Perguntar ao ex-funcionário se ele quer realizar a entrevista

O primeiro passo é perguntar ao ex-funcionário se ele deseja realizar a entrevista, sendo que ela nunca deve ser imposta ao profissional. Apenas ele poderá decidir se deseja ou não participar.

Se ele disser não, agradeça e não insista. Mas se ele disser sim você deve ser discreto e deixá-lo o mais confortável possível.

Eleger a ocasião ideal

Tendo a resposta positiva você deverá escolher a ocasião ideal para que a entrevista seja feita. É indicado esperar alguns dias, pois na maioria das vezes a demissão abala o emocional da pessoa e ela pode ficar nervosa, tendo problemas em lidar com a situação.

Uma boa dica é agendar a entrevista para o dia que o profissional tiver que levar sua documentação na empresa.

Escolher um local adequado

Assim como a ocasião o local da entrevista também é importante, sendo indicado realizá-la em uma sala reservada e que fique próxima à entrada ou saída da empresa. Dessa forma evita que o ex-funcionário tenha contato com outros colaboradores, o que pode gerar desconforto.

A sala também deve ser fechada, não tendo divisórias nem ser transparente, para que o profissional possa ter privacidade.

Atender o profissional da melhor forma possível

É importante que o ex-funcionário seja bem atendido, sendo que o entrevistador deve lhe prestar todo o respeito e atenção. Por isso não deve haver piadinhas e nem comentários ofensivos, para que o profissional não se sinta maltratado.

O entrevistador deve tratar o ex-funcionário com empatia, se perguntando como gostaria de ser tratado se estivesse no lugar dele.

Planejar a entrevista

A entrevista deve ser bem planejada para que o entrevistador possa obter todas as informações que precisa. Por isso a maior parte do tempo deve ser separada para o ex-funcionário falar.

O entrevistador deve elaborar questões para que o profissional responda, a fim de saber sua opinião sobre a empresa e o trabalho que exercia.

Confira alguns exemplos de perguntas que você poderá usar:

  • Por que está se desligando da empresa? (no caso do funcionário ter se demitido)
  • O que você faria para melhorar a situação que está provocando seu desligamento?
  • Como era sua relação com seus colegas de equipe e seu gestor?
  • O que acha do ambiente físico da empresa?
  • Você tem alguma sugestão para melhorar as instalações físicas?
  • O que acha do trabalho desenvolvido pelo setor de Recursos Humanos?
  • Que imagem você tem da empresa?
  • A empresa ofereceu oportunidades para que você se desenvolvesse profissionalmente?
  • Você teve algum reconhecimento profissional?
  • As atividades que você exercia eram condizentes com o cargo que ocupava?
  • Das tarefas que exerceu, qual você mais gostou e por quê?
  • Quais treinamentos você acharia bom que a empresa oferecesse?
  • Como você avalia a política salarial da empresa em relação ao mercado?
  • Que conselho você tem para a próxima pessoa em sua posição?
  • Você voltaria a trabalhar conosco? Por quê?
  • Gostaria de dizer algo mais, antes de terminarmos a entrevista?

 

Ouvir o ex-funcionário com atenção e empatia

Durante toda a entrevista você deve escutar o profissional com atenção e empatia, sabendo receber seus sentimentos, ainda que sejam negativos em relação à empresa.

Por isso mesmo que o ex-funcionário faça críticas e reclamações sobre a empresa você deve ouvi-lo com toda a atenção, sabendo separar as informações que podem ser aproveitadas.

Sabendo escutar o profissional você estará oferecendo apoio, dessa forma poderá ter um bom feedback, o que pode ajudar muito a empresa a melhorar no futuro.

Encerrar a entrevista de forma otimista e acolhedora

É importante que ao encerrar a entrevista de desligamento o entrevistador seja otimista, para manter a autoestima do ex-funcionário elevada.

Caso a empresa tiver recursos, o entrevistador também pode se colocar disponível para fornecer modelos de currículos e até mesmo ajudar a elaborar o mesmo, no caso do profissional não ter acesso a computadores.

Redigir um relatório adequado

Ao final da entrevista o entrevistador deve redigir um relatório, onde deverá colocar informações pertinentes aos objetivos da entrevista, evitando colocar suposições pessoais. Dessa forma poderá ser de grande valia para a empresa.

» Processos Seletivos + Rápidos e Eficientes
Recrute de forma Assertiva com Análises Comportamentais e Diminua o Turnover com a Gestão de Talentos!

Com o RHbot você encontra o talento ideal para cada vaga, criando um processo seletivo mais ágil e assertivo. Automatizando processos você elimina erros e economiza dinheiro!

Cadastre-se no link abaixo, experimente nosso sistema online de forma gratuita e transforme os resultados do seu RH.

Respeito acima de tudo

Como você pode ver neste artigo a entrevista de desligamento é importante para a empresa, pois através dela é possível ter um feedback do ex-funcionário e assim saber onde a empresa está errando, podendo criar estratégias para melhorar a satisfação dos funcionários.

Esse procedimento também traz vários benefícios para a empresa como diminui a taxa de turnover, ameniza a relação entre a empresa e o funcionário, permite uma troca de feedbacks e ainda melhora a imagem da empresa.

Para que a entrevista seja feita da forma correta é necessário primeiramente perguntar ao funcionário se ele deseja realizá-la. Depois escolher a ocasião e local adequados é essencial.

Deve se fazer um bom planejamento com perguntas pertinentes, ouvir com atenção e empatia o ex-funcionário e prestar solidariedade nesse momento tão difícil.

Ao final da entrevista redigir um relatório para mostrar aos gestores e assim poder realizar uma análise do que pode ser mudado e melhorado na organização.

Realizando todas essas etapas você poderá ajudar não só a empresa, mas também o próprio funcionário que se sentirá respeitado e acolhido.

Não vá embora! Veja nossos Artigos mais Recentes:

O que podemos fazer
para melhorar sua gestão?

Clique no botão abaixo que teremos o prazer em ajudá-lo.

Contato

    RJ: (21) 3005.4074

    DF: (61) 2626.2705

    BA: (71) 2626.1205

    MG: (31) 2626.9127

    PR: (41) 2626.1267

    RS: (51) 2626.3109

Qual Solução você gostaria?