5 dicas para se sair bem em uma entrevista de emprego

Uma entrevista de emprego pode deixar qualquer pessoa ansiosa e aflita, afinal, é o momento de conseguir uma vaga que está sendo disputada por outras pessoas.

Tendo em vista o alto índice de desemprego que o Brasil vem enfrentando nos últimos anos, agravado pela pandemia, as pessoas estão ainda mais preocupadas em se sair bem em uma oportunidade como essa.

O currículo cumpre um papel importante nessa jornada, mas a empresa só decide quem vai contratar depois de conversar pessoalmente com os candidatos, é nessa fase que entra a entrevista de emprego.

Algumas são mais tranquilas, outras são mais complicadas, a verdade é que nunca se sabe o que esperar desse momento, por isso, é fundamental estar preparado para se sair bem e conquistar a vaga.

O desempenho de cada um depende da personalidade e do comportamento durante o processo seletivo, mas existem algumas maneiras de melhorar esses aspectos, independentemente da vaga que o candidato está concorrendo.

Por isso, neste artigo vamos mostrar como driblar a ansiedade antes da entrevista, como se descrever e dar algumas dicas para se sair bem na entrevista de emprego.

Como driblar a ansiedade antes da entrevista?

A ansiedade é um mecanismo de defesa que aumenta a produção de suor, acelera os batimentos cardíacos e pode atrapalhar um pouco o raciocínio.

Quanto a isso, não se preocupe, pois todo o recrutador sabe que o processo seletivo pode causar nervosismo. 

Dificilmente ele descarta um candidato visivelmente nervoso, mas quanto mais você souber controlar, melhor.

Isso porque o excesso de ansiedade durante uma entrevista de emprego em uma empresa de aluguel de impressoras ou qualquer outra companhia pode prejudicar o seu bem-estar.

A primeira coisa a se fazer é pensar positivo, tendo em vista que a ansiedade traz pensamentos negativos. Procure combatê-los com frases que mostram que não há necessidade de se preocupar até que tudo seja finalizado.

Não vale a pena sofrer com antecedência, portanto, pratique pensamentos positivos que elevam o estado de ânimo e te convença de que só é possível conquistar uma vaga por meio de uma entrevista.

Outra coisa que ajuda a se acalmar é conhecer um pouco mais sobre a empresa na qual você está se candidatando. Procure saber sobre seu ramo de atuação, pois isso te ajuda a responder algumas perguntas.

Entre no site da corporação e visite a seção “quem somos”, pois ela traz muitas informações sobre a história da companhia, e falar sobre ela com o recrutador mostra o que você realmente se interessa pela vaga.

Depois que você recebeu o telefonema do recrutador te convidando para uma entrevista, comece a se organizar. Por exemplo, se a vaga exige o inglês, procure praticá-lo antes do evento.

Se você está indo a uma entrevista para uma empresa de manutenção de notebooks, programe a roupa que vai vestir e treine a sua postura para o momento.

Por falar nisso, treine sobre o que vai falar, e você pode fazer isso de frente para o espelho, pois ele ajuda a aumentar a confiança e a simular o ambiente do recrutamento.

Também é uma forma de analisar se o seu comportamento está dentro daquilo que espera apresentar, além de evitar alguns imprevistos.

Procure chegar na entrevista antes do horário marcado, pois os atrasos podem causar uma péssima impressão. Chegar muito em cima da hora também não te ajuda a lidar com a ansiedade.

O ideal é estar no local com, pelo menos, 30 minutos de antecedência, pois assim você pode tomar uma água, ir ao banheiro e preparar sua mente sobre o que gostaria de falar.

Como falar sobre você em uma entrevista

Algumas corporações mais procuradas pelos profissionais, como aquelas que oferecem caneca personalizada empresa, costumam fazer a famosa pergunta: fale sobre você.

Algumas pessoas não podem nem pensar nesse tipo de questionamento que simplesmente se embaralham. 

Mas pode ter certeza de que em algum momento você vai se deparar com ela, e algumas dicas para isso são:

Falar sobre os pontos importantes

Procure manter o foco em informações que sejam relevantes para o entrevistador, sem cometer exageros nos exemplos.

Não fale muito sobre sua vida pessoal, a não ser que o recrutador faça alguma pergunta. 

Fale sobre suas experiências anteriores em ordem cronológica, mostrando de que maneira a sua carreira evoluiu com elas.

Preparar-se antes da entrevista

Peça para algum amigo ou familiar ensaiar com você essa pergunta, sempre incluindo na resposta detalhes sobre sua formação, habilidades, e competências e experiências significativas para a sua trajetória.

Responda o recrutador selecionando características que sejam relevantes para a vaga. Por exemplo, se você está se candidatando para uma empresa de cobrança condominial, relate suas experiências com outras cobradoras, caso as tenha.

Se não tiver, fale sobre a sua habilidade com matemática ou então sua facilidade em se comunicar. Procure ser o mais claro possível para que o recrutador não tenha nenhuma dúvida.

Falar um pouco sobre sua personalidade

Para evitar uma conversa muito engessada com o recrutador, inclua nessa resposta algo sobre sua personalidade, como o hábito de ler, um hobby saudável que você tenha, um esporte que pratica, dentre outros.

Falar sobre nós mesmos é algo muito complexo porque a personalidade humana envolve muitos pontos, como:

  • Hábitos;
  • Costumes;
  • Comportamentos;
  • Experiências;
  • Sentimentos.

Mas, é possível falar sobre tudo isso de maneira direta e cordial, sem desviar o foco da entrevista e sempre mantendo o entrevistador interessado.

Dicas para se sair bem na entrevista

Existem outros pontos que você precisa considerar para se sair bem durante a entrevista e se destacar, de maneira positiva, entre os concorrentes. E as dicas são:

1. Transmitir confiança

Toda a empresa, como uma de serviço de higienização de sofás por exemplo, gosta de candidatos que transmitem confiança. 

Tanto é que de acordo com uma pesquisa, candidatos mais confiantes têm um desempenho melhor.

Mantenha o pensamento positivo e o foco em suas qualidades e habilidades, depois são elas que vão construir a sua autoconfiança e você será capaz de transmiti-las ao recrutador.

2. Causar uma boa primeira impressão

Alguns recrutadores consideram a primeira impressão como um dos aspectos mais importantes durante os recrutamentos.

Enquadre conversas bem ensaiadas dentro da conversa para melhorar a maneira como é percebido pelo entrevistador. Isso vai fazer com que ele construa uma memória positiva sobre o candidato.

3. Trabalhar a linguagem corporal

A especialista em linguagem corporal, Amy Cuddy, afirma que ter uma postura confiante aumenta as chances do indivíduo em qualquer situação.

A boa notícia é que você pode criar uma pose para disfarçar quando não estiver se sentindo seguro. Lembre-se de que empresas de motoboy e muitas outras avaliam a linguagem corporal.

Por essa razão, sente-se corretamente e procure olhar diretamente para os olhos do recrutador. Ficar balançando as pernas, estalar os dedos ou mexer no cabelo são atitudes que podem te despontuar.

Também é importante usar uma roupa confortável, para que você possa gesticular e se movimentar livremente, principalmente em processos seletivos com dinâmicas de grupo.

4. Informe-se sobre o cargo

Via de regra, os recrutadores não costumam se preparar muito para as entrevistas, pois eles estão habituados a esse trabalho e sabem o que devem esperar dos candidatos a uma vaga.

Por essa razão, pesquise sobre a oportunidade de trabalho antes de ir para a entrevista, pois assim você consegue responder com mais naturalidade se o entrevistador perguntar se você conhece alguma coisa sobre ela.

Você pode entrar no site de uma empresa de sala comercial coworking para se informar um pouco mais, caso pretenda trabalhar nela.

Outra maneira é conversar com os funcionários, pois ninguém melhor do que eles para falar sobre a rotina de trabalho e as tarefas que executam no dia a dia.

5. Preparar-se para perguntas comuns

Algumas questões são de praxe e estão presentes em quase todas as entrevistas de emprego. Internet, é possível conhecer algumas delas e assim estudar com antecedência.

Por exemplo, em uma gráfica especializada em cartão de visita psicologia, o recrutador pode perguntar por que você se interessa em trabalhar na empresa.

Outra pergunta muito comum é para falar sobre os pontos fortes e fracos, coisas das quais você se orgulha, mencionar suas maiores conquistas e como você pretende estar daqui a alguns anos.

Conclusão

Portanto, as entrevistas de emprego costumam seguir um mesmo padrão, mas é claro que algumas coisas podem mudar durante o processo. A única coisa que não muda é a necessidade de estar bem apresentável e mostrar cordialidade e disposição.

Seguindo nossas dicas, com certeza você terá um bom desempenho e vai conseguir conquistar aquela vaga que tanto deseja.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Ebook Gratuito!

Descubra como fazer um Roteiro de Entrevista com as 20 Perguntas Indispensáveis para você aplicar!

Insira seu MELHOR E-MAIL abaixo e receba o ebook agora mesmo, de forma gratuita.